Melhores do Ano 2020: Albon, Ferrari, Vettel, Bottas, pilotos omissos: quem decepcionou?

O GRANDE PRÊMIO traz a votação dos Melhores do Ano 2020. Em 16 categorias, o público vai poder escolher os grandes destaques do esporte a motor do ano. Na categoria de decepção, a Fórmula 1 dominou: pilotos e equipes que deixaram muito a desejar em 2020

Chegou a hora: a votação para o Melhores do ano de 2020. Pelo 11º ano consecutivo, o GRANDE PRÊMIO traz, ao final da temporada, a premiação dos principais destaques do esporte a motor ao longo do ano. Para este campeonato, a eleição conta com 16 categorias e, portanto, uma a mais que 2019. O formato segue o mesmo: são cinco finalistas cada, indicados em votação prévia feita entre os jornalistas e membros da redação do GP.

As indicações são: Melhor piloto de F1, Melhor piloto de Motovelocidade, Melhor piloto da Indy, Melhor piloto da F2, Melhor piloto da FE, Melhor piloto de Endurance, Melhor piloto de Rali, Melhor piloto de Turismo, Melhor piloto que corre no Brasil, Revelação do Ano, Decepção do Ano, Surpresa do ano, Corrida do Ano, Melhor piloto brasileiro e a mais aguardada, Melhor piloto do ano.

Na categoria decepção do ano, todas entraram na conta da Fórmula 1. Primero vem Alexander Albon, que não conseguiu fazer frente a Max Verstappen e fechou 2020 apenas em sétimo. A Ferrari também deixou a desejar e teve o campeonato em 40 anos ao ser sexta. O racismo entrou fortemente em pauta na categoria com Lewis Hamilton puxando diversas manifestações, mas diversos pilotos deixaram de se ajoelhar e prestar apoio ao movimento, o que decepcionou. Sebastian Vettel e Valtteri Bottas também não entram na lista de bons pilotos do ano. Vote nesta e em todas as outras categorias no espaço abaixo.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube