Mercedes admite gosto “amargo” na Holanda: “Carro rápido com resultado medíocre”

Depois de desperdiçar todo o potencial do W14 em Zandvoort, Toto Wolff, chefe da Mercedes, lamentou o resultado obtido durante o GP da Holanda

A Mercedes teve uma corrida das mais complicadas durante o GP da Holanda, realizado na manhã deste domingo (27). Depois de ver George Russell se classificar em terceiro e Lewis Hamilton em 13º, os alemães tinham ritmo para somar bons pontos na corrida, mas uma falha na estratégia e o abandono do #63 arruinaram o dia da equipe. Toto Wolff, chefe da escuderia, classificou o dia como “amargo”.

A etapa em Zandvoort foi marcada pela presença da chuva logo nas primeiras voltas e os pilotos que optaram por ir para os boxes calçar os pneus intermediários se deram bem. A Mercedes, no entanto, optou por deixar seus pilotos na pista molhada com a borracha slick e viu eles despencarem na tabela.

Relacionadas


▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Lewis Hamilton foi o sexto colocado em Zandvoort (Foto: Mercedes)

Russell e Hamilton perderam a janela de tempo ideal para ir para os boxes e, quando fizeram a troca dos compostos, perderam inúmeras posições. A partir daí foi preciso fazer uma corrida de recuperação.

O avanço no grid até aconteceu de forma significativa e o heptacampeão levou o W14 até o sexto lugar. George, que antes da largada era forte candidato ao pódio, chegou a figurar nas últimas posições e subiu para sétimo, quando se enroscou com Lando Norris e abandonou a corrida.

O ritmo forte com o resultado ruim fez Wolff lamentar o domingo nos Países Baixos.

“Acho que ficamos fora  catastroficamente por muito tempo. Erramos completamente e é irritante porque o carro tinha ritmo real. A partir daí, foi apenas uma recuperação tão boa quanto pudemos. Eu preferiria ter um carro de corrida rápido e um resultado medíocre, mesmo que doa. É amargo porque o resultado é muito ruim”, finalizou o dirigente da Mercedes.

Fórmula 1 retorna na semana que vem, entre os dias 1 e 3 de setembro, com o GP da Itália, em Monza, 14ª etapa da temporada 2023.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.