Mercedes diz que motor de Bottas sobreviveu a acidente em Ímola e descarta troca

Apesar do acidente em Ímola, a Mercedes manterá no carro de Bottas a mesma unidade de potência. Os componentes ainda funcionam e não forçam mudança em Portugal

F1 divulgou imagens da câmera 360ºC do carro de George Russell em forte acidente que envolveu Valtteri Bottas em Ímola (Vídeo: F1/Divulgação)

O acidente com George Russell destruiu o carro de Valtteri Bottas no último GP da Emília-Romanha, mas a Mercedes anunciou uma boa notícia: o motor do carro do finlandês não sofreu danos e será utilizado no GP de Portugal, que acontece no próximo final de semana.

A equipe anglo-alemã anunciou que os engenheiros e mecânicos da fábrica não enxergaram danos suficientes na unidade de potência para que ela fosse trocada antes de Portimão. Com isso, Bottas seguirá com o motor que já vinha sendo utilizado no carro #77.

“O resultado da análise foi positivo neste caso, e os mecânicos decidiram recolocar a unidade de potência no carro do Bottas para a viagem a Portimão. Os técnicos pareceram confiantes a respeito da unidade de potência estar funcionando plenamente, mas em casos como este, o último ok virá das pistas”, disse o comunicado.

George Russell e Valtteri Bottas se envolveram em um forte acidente durante a corrida em Ímola (Foto: Reprodução/TV)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A notícia é celebrada pela equipe, que não gastará uma das três trocas de unidade de potência permitidas pelo regulamento, que penaliza com perda de posições no grid, quem exceder o número determinado de trocas de peças.

De acordo com as regras para a temporada de 2021, são permitidas três trocas de motores de combustão interna e turboalimentadores, bem como três componentes MGU-K e MGU-H. Já os elementos de armazenamento de energia e eletrônicos de controle ficam limitados a apenas duas trocas ao longo das 23 etapas previstas para o Mundial de 2021.

A próxima etapa da F1 acontece em 2 de maio. A categoria vai para Portimão, casa do GP de Portugal. Com cobertura completa do GRANDE PRÊMIO.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar