Mercedes diz que queixa de Hamilton sobre tática é “completamente normal”

Chefão da Mercedes, Toto Wolff não deu grande importância às queixas de Lewis Hamilton com relação à estratégia adotada pela equipe no GP do Japão. O austríaco entende que as frustrações são "completamente normais"

Lewis Hamilton se queixou da estratégia adotada pela Mercedes no GP do Japão, corrida disputava neste domingo (13), em Suzuka. O inglês entendeu que a equipe acabou desperdiçando uma chance de dobradinha ao mandá-lo de volta aos boxes, quando estava na primeira colocação. Ao ser questionado sobre a frustração do piloto do carro #44, o chefe da equipe alemã, Toto Wolff, tratou de minimizar os comentários e disse que as reclamações são "completamente normais".
 
Hamilton completou a etapa nipônica na terceira colocação, enquanto o companheiro Valtteri Bottas venceu, depois de ótima largada. Sebastian Vettel, da Ferrari, segurou o britânico nas voltas finais e cruzou em segundo.
 
Apesar de ter ajudado a equipe a conquistar o sexto título mundial, atual campeão afirmou que tinha condição de derrotar seu companheiro de equipe, se não optasse pela tática de duas paradas. 
O pódio do GP do Japão (Foto: Mercedes)
O dirigente austríaco, por sua vez, insistiu em dizer que a decisão tomada pelos engenheiros em colocar Hamilton na mesma estratégia de Bottas foi complicada também. "Quando você está liderando, precisa proteger sua posição. Quando você está em terceiro, pode assumir mais riscos e chances. Mas tudo aconteceu na largada. Valtteri tomou a liderança e Lewis estava em terceiro ou quarto e foi aí que a corrida foi decidida", disse Wolff.
 
"O que fizemos foi proteger a liderança de Valtteri e aumentar o ritmo de corrida, uma vez que Sebastian fez uma segunda parada. Todos os bons pilotos ficam chateados quando não conseguem vencer, então é completamente normal", completou. 
 
"Além disso, Lewis sabe muito bem o que aconteceu e tem total entendimento do que fizemos. É muito difícil tomar decisões corretas para garantir o máximo de pontos", concluiu o comandante da esquadra prata.

A Fórmula 1 volta daqui a duas semanas com o GP do México. E o GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

 
Paddockast #37
GRANDES RIVALIDADES INTERNAS 

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube