Mercedes vê “sentimento semelhante” a 2014 com novo motor da F1 2026

Além do sentimento dentro da equipe, George Russell também demonstrou otimismo e elogiou o trabalho da equipe de Brackley no desenvolvimento da nova unidade de potência

A Mercedes está otimista com o progresso obtido até agora no desenvolvimento da unidade de potência, pensando no novo regulamento da Fórmula 1, que passa a valer a partir de 2026. Dentro da equipe, o sentimento é parecido com o de 2014, quando o time de Brackley criou um motor imbatível após a troca das regras e conduziu uma era dominante na categoria, com títulos mundiais de construtores e o de pilotos pelas mãos de Nico Rosberg e Lewis Hamilton.

O diretor-técnico da Mercedes, James Allison, chegou no time alemão em 2017, mas relatou que o sentimento de pessoas que participaram do desenvolvimento antigo do motor, há dez anos, estão com o mesmo otimismo para 2026.

“Eu não estava na equipe no período que antecedeu 2014, quando a nova geração de unidades de potência estava sendo concebida e o enorme esforço para torná-la realidade estava acontecendo. Mas aqueles que estavam na equipe me disseram que o sentimento é muito semelhante”, destacou. “Há um grande progresso na HPP ​[Mercedes High Performance Powertrains] para que isso seja um sucesso, porque definirá o rumo de qualquer um que tiver a sorte de ter isso na traseira de seu carro nas próximas temporadas​”, emendou o engenheiro.

O otimismo para voltar a ser competitivo na Fórmula 1 também é confirmado por George Russell. O piloto torce para que o carro volte a ser rápido e brigue por vitórias.

James Allison, diretor-técnico da Mercedes (Foto: AFP)

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente:Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

“Sim, quero dizer,​ 2026 parece muito distante, mas no mundo da Fórmula 1 ​é​ como se fosse amanhã​. A equipe está muito confiante para esta era”, afirmou o #63 à imprensa, durante o GP de Mônaco.

“Acho que você sabe a experiência que a equipe teve, o sucesso em 2014 e, obviamente, o tempo na Fórmula E e o trabalho que foi feito com o ​h​ypercarro. Há muitas pessoas na HPP​ que têm muita experiência com essa tecnologia do futuro​. ​Isso nos deixa em uma posição muito boa para termos um ótimo motor. E o trabalho que a Petronas está fazendo com o combustível também parece ser muito bom.​ Portanto, em relação ao motor, acho que estamos muito confiantes para essa era”, concluiu.

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL todas as atividades do GP do Canadá de Fórmula 1 e transmite classificação e corrida em segunda tela, em parceria com a Voz do Esporte, na GPTV, o canal do GP no Youtube. Além disso, debate tudo que aconteceu na pista com o Briefing após classificação e corrida. Na sexta-feira (7), o TL1 está marcado para as 14h30 (de Brasília, GMT-3), enquanto o  TL2 encerra o dia às 18h. No sábado, o TL3 abre as atividades às 13h30, ao passo que a classificação está marcada para as 17h. Por fim, a largada está marcada para as 15h do domingo.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.