Na era do ‘Bico de Gonzo’, Alonso reconhece aparência duvidosa dos carros da F1: “São feios”

Em entrevista à CNN, Fernando Alonso reconheceu que os carros da temporada 2014 da F1 são feios. Asturiano destacou, entretanto, que confia que os engenheiros vão encontrar uma solução para deixar os bólidos rápidos e bonitos

O novo visual dos carros da F1 não agradou. Em uma manobra para tentar evitar problemas com acidentes em ‘T’, a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) alterou o regulamento do Mundial, que agora determina que os bicos devem ter uma altura máxima de 185mm, contra os 550mm do ano passado.
 
Para atender ao regulamento, os engenheiros lançaram mão das mais diversas soluções, mas a aparência dos bólidos acabou prejudicada, como admitiu Fernando Alonso em entrevista à CNN.
Alonso acredita que engenheiros vão encontrar solução para aparência dos carros da F1 (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
“São feios, temos que ser honestos com os fãs e com nós mesmos”, defendeu o piloto da Ferrari. “Não são suficientemente bons”, falou.
 
Apesar de reconhecer a decepção dos fãs com o visual dos bólidos, Fernando afirmou que acredita que os engenheiros logo vão encontrar um caminho para melhorar a aparência dos carros.
 
“As pessoas olham para a F1 como o auge do esporte a motor, da excelência e do desempenho, e quando olham essa parte da frente do carro, não parece a mesma coisa”, ponderou. “Mas estou confiante de que os engenheiros vão encontrar soluções para torná-los bonitos e rápidos”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube