Na F1 “difícil de vencer consistentemente”, Hamilton agradece Alonso e Vettel

Hexacampeão e homem com mais vitórias no grid, Lewis Hamilton também dedicou palavras de elogios a dois de seus rivais nas pistas nos últimos anos. Disse que sempre admirou Fernando Alonso, de quem recebeu uma mensagem após o título deste ano, e que também respeita muito Sebastian Vettel, que o cumprimentou logo antes do pódio em Austin

Agora hexacampeão de Fórmula 1 e a caminho de alcançar os feitos de Michael Schumacher, Lewis Hamilton conquistou o respeito não só de seus pares, como também de seus maiores rivais na pista. Historicamente, Fernando Alonso foi o primeiro grande adversário do inglês no Mundial. Os dois dividiram a McLaren em 2007 e viveram uma intensa rivalidade, que levou o espanhol a deixar a equipe. Mas o tempo parece ter apagado as rugas antigas. E Hamilton revelou que, dentre as 400 mensagens que recebeu após o título deste ano, a de Alonso foi uma das que mais gostou.
 
O britânico da Mercedes contou que ficou feliz e grato pelas palavras do bicampeão, que deixou a Fórmula 1 no ano passado. “Eu recebi uma mensagem de Fernando, o que foi incrível. Fiquei realmente muito grato por isso”, disse o piloto aos jornalistas, entre eles o GRANDE PRÊMIO, em Interlagos.
Sebastian Vettel e Lewis Hamilton (Foto: Mercedes)
“Sou grato, porque, obviamente, passamos por um turbilhão de experiências juntos ao longo dos anos. Mas, com toda a honestidade, sempre tive respeito por ele, pelo que ele conquistou e por sua capacidade. E também por seu crescimento durante esse período na McLaren”, completou Hamilton.
 
O dono do carro #44 também falou sobre Vettel. Ao ser questionado sobre a atitude do tetracampeão que foi cumprimentá-lo antes do pódio em Austin, depois da conquista do campeonato do mundo, há duas semanas. “Não é o reconhecimento que me move, mas é uma honra quando essas coisas acontecem.”
 
“Quando você tem alguém, especialmente Seb, que respeita tanto por sua capacidade e que construiu um relacionamento que está em constante crescimento, para ele ter um momento como esse e mostrar um pouco de respeito é incrível”, acrescentou. “Porque cada um de nós sabe o quão difícil é fazer o que fazemos. Nós, 20 pilotos, particularmente, sabemos o quão difícil é fazer o que fazemos e apenas alguns de nós realmente sabem o quão difícil é vencer de forma consistente, ano após ano, e Seb é um deles. Então, é realmente incrível”, concluiu. 

O GRANDE PRÊMIO cobre in loco o GP do Brasil com os jornalistas Evelyn Guimarães, Felipe Noronha, Fernando Silva, Flavio Gomes, Gabriel Carvalho, Gabriel Curty e Pedro Henrique Marum, e o fotógrafo Rodrigo Berton. Acompanhe todo o noticiário aqui e tudo dos bastidores e das atividades em pista AO VIVO e em TEMPO REAL

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar