“Não podia fazer nada”: Kubica foi avisado tarde sobre Verstappen no pit-lane

Robert Kubica sente que não pôde evitar o incidente no pit-lane de Interlagos, em que atrapalhou Max Verstappen e deu a liderança a Lewis Hamilton. O polonês tratou de se desculpar ao colega de grid: “Não deveria acontecer”

Robert Kubica sente que pouco pôde fazer para evitar o incidente com Max Verstappen na saída dos boxes de Interlagos, durante o GP do Brasil do fim de semana. O polonês, que fez o holandês perder a liderança da prova ao ser liberado de forma perigosa pela Williams, revela que foi avisado “tarde demais” a respeito de quem vinha nos pits.
 
“Quando me falaram, já era tarde demais”, disse Kubica. “É uma pena porque eu sei como é lutar pelas primeiras posições. Algumas vezes eu lutei pela liderança e isso não é algo que deveria acontecer, ainda mais com a gente [Williams] lutando apenas contra nós mesmos. Eu peço desculpas, mas não tinha nada que eu pudesse fazer porque eu não sabia que ele estava vindo”, seguiu.
 
Verstappen voltou logo atrás de Hamilton, mas o lance não teve consequências graves. O holandês fez a ultrapassagem sobre o britânico pouco depois, começando a construir uma vitória em Interlagos, a terceira em 2019. Mesmo assim, o piloto da Red Bull se queixou da ação nos boxes.
Robert Kubica reconhece que prejudicou Max Verstappen (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

“Não foi muito legal. Eu fiz meu pit-stop, saí e o Robert quase me tirou da corrida. Tive que ir na direção do muro. Precisei frear e quase acionei o anti-stall. Então, sim, foi por pouco”, comentou Verstappen. 

 
Kubica, por sua vez, foi punido em 5s pelo incidente. O polonês cruzou a linha de chegada em 15º, último lugar dentre os que viram a bandeira quadriculada.
 
A próxima etapa da F1 2019, última do ano, acontece dentro de duas semanas. Trata-se do GP de Abu Dhabi, em Yas Marina.

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube