F1

Norris causa duas bandeiras vermelhas, mas põe McLaren na liderança do quinto dia de testes em Barcelona

Lando Norris teve um dia de extremos em Barcelona. Ao mesmo tempo que, com os pneus C4, cravou a melhor volta do dia, o britânico chamou a bandeira vermelha duas vezes, deixando o gosto agridoce para a McLaren

Grande Prêmio, de Barcelona / GABRIEL CURTY, de São Paulo
A terça-feira (26) foi de sensações mistas para a McLaren. Lando Norris virou 1min17s709 com os pneus C4 - o segundo mais macio - e conseguiu colocar o time britânico na liderança da tabela de tempos. No entanto, o novato também foi responsável por duas bandeiras vermelhas ao longo do dia, uma em cada período de atividades.
 
Ainda que não tenha sido um dia limpo e tranquilo para Lando, o inglês teve a liderança e não foi tão mal assim na quilometragem, conseguindo adicionar informações importantes para a evolução do time de Woking.
 
Quem liderava o dia até os minutos finais era Pierre Gasly, que abriu a semana de forma muito positiva com a Red Bull. Além da ótima marca apenas 0s006 acima daquele da Norris - e com pneus uma escalaa mais dura que a do inglês -, Pierre ainda teve excelente quilometragem com o time austríaco, com 136 giros, mais que qualquer outro piloto.
 
A Racing Point teve, de longe, seu melhor dia em Barcelona. Os canadenses abriram a segunda semana com Lance Stroll andando bastante e bem. Lance virou 0s1 acima dos dois ponteiros com os pneus C4, o mesmo composto do líder Norris.

Não foi um dia muito tranquilo com a Ferrari, com direito até a um problema de confiabilidade que deixou Charles Leclerc completar apenas 29 giros pela manhã. No entanto, os italianos se recuperaram com Sebastian Vettel fechando 81 voltas. No fim, o alemão foi o quarto mais rápido e o monegasco ficou em sexto.

Entre os dois pilotos do time italiano ficou Antonio Giovinazzi. Bem mais discreto durante a tarde, o lider da manhã manteve o tempo e apareceu 0s8 atrás do ponteiro do dia, completando 99 voltas.

Kevin Magnussen ficou em oitavo, seguido por George Russell e Daniel Ricciardo. Valtteri Bottas foi apenas 11º com a Mercedes em uma tarde para esquecer. O finlandês parou na pista com apenas uma volta completada e só foi andar direito com menos de dez minutos para o final. Lewis Hamilton e Nico Hülkenberg finalizaram a tabela de tempos.
Lando Norris liderou o dia em Barcelona (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ a pré-temporada da F1 em Barcelona com os repórteres Evelyn Guimarães, Vitor Fazio,  Eric Calduch e o fotógrafo Xavi Bonilla. Acompanhe tudo aqui.

Saiba como foi a tarde do quinto dia de testes coletivos em Barcelona

A parte da tarde das atividades da F1 começou pontualmente às 10h (em Brasília) e teve uma primeira hora de alguns destaques, mas nenhum deles relacionado a tempos registrados.
 
De forma bastante inesperada para qualquer fase do ano, a Mercedes quebrou. E quebrou rapidamente. Valtteri Bottas não conseguiu passar de uma volta completada e o W10 já teve de ser rebocado. Um revés grande para a principal equipe maratonista do grid.
 
Enquanto isso, a Williams finalmente conseguia um pouco de quilometragem com George Russell completando uma boa quantidade de voltas. Outro que voltava era Lando Norris, recuperado do problema que teve pela manhã, também botando a McLaren para rodar.
 
O primeiro tempo que baixou na tarde foi logo o da primeira colocação. Sebastian Vettel cravou 1min18s206 e tirou Antonio Giovinazzi do controle das ações. No minuto seguinte - e no outro também -, Daniel Ricciardo melhorou sua marca, mas apenas o suficiente para deixar a lanterna com Norris.
Pierre Gasly andou forte e ficou em segundo (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Só que o tempo de Vettel foi facilmente batido e não demorou muito. Pierre Gasly cravou 1min17s715, demolindo a marca que o alemão havia estabelecido. Pouco depois, foi Lance Stroll quem cresceu na tabela de tempos, virando 0s8 mais lento que Gasly, mas o suficiente para também passar Giovinazzi e entrar no top-3.
 
O último tempo que caiu antes do final da segunda hora foi de Kevin Magnussen, que se estabeleceu em sexto virando 1min18s888, abrindo boa margem para Russell, Alexander Albon e os demais da parte final da tabela. 

A quilometragem já começava a ganhar protagonismo para perto da metade das ações vespertinas. A Renault foi a primeira a romper as 100 voltas somando Nico Hülkenberg e Ricciardo, enquanto Magnussen foi o primeiro piloto a atingir tal feito.
Lance Stroll (Foto: Racing Point)
Enquanto Vettel conseguia dar uma boa reduzida em seu tempo e ficava apenas 0s2 atrás de Gasly, Ricciardo seguia em 11º, mas baixando para 1min20s619.
 
Depois de um bom período sem tempos de volta caindo, Magnussen reduziu um pouquinho sua melhor marca, ficando em sexto, mas apenas 0s1 atrás de Charles Leclerc.

A quilometragem seguia sendo o foco principal, e Russell e Gasly também conseguiam chegar aos 100 giros completados. Albon, por sua vez, conseguia baixar um pouco sua melhor marca e ia para sétimo, enquanto Norris também subia para oitavo, na frente de Russell.

O quinto dia era mesmo o melhor da Racing Point e não havia dúvidas. Stroll seguiu andando firme até que, com os pneus C4, cravou 1min17s824, colando no líder Gasly com a segunda colocação. Outro que seguia em crescente era Norris, que usou a tarde toda para se redimir da manhã complicada, passando para quarto.

Assim como em outros dias da primeira semana de testes, a hora final viu mexidas no topo. E foi justamente Norris, que pouco andou pela manhã, calçando os pneus C5 para assumir a dianteira com 1min17s709, apenas 0s006 abaixo de Gasly.

Ainda deu tempo de Ricciardo dar uma engordada no número de voltas e de Bottas, após uma perda gigante de tempo, registrar algumas poucas voltas e se meter na tabela final.

F1, Barcelona, Testes Coletivos, Pré-temporada, Dia 5, Resultado Final:

1 L NORRIS McLaren Renault 1:17.709   80
2 P GASLY Red Bull Honda 1:17.715 +0.006 136
3 L STROLL Racing Point Mercedes 1:17.824 +0.115 82
4 S VETTEL Ferrari 1:17.925 +0.216 81
5 A GIOVINAZZI Alfa Romeo Ferrari 1:18.589 +0.880 99
6 A ALBON Toro Rosso Honda 1:18.649 +0.940 103
7 C LECLERC Ferrari 1:18.651 +0.942 29
8 K MAGNUSSEN Haas Ferrari 1:18.769 +1.060 131
9 G RUSSELL Williams Mercedes 1:19.662 +1.953 119
10 D RICCIARDO Renault 1:20.107 +2.398 77
11 V BOTTAS Mercedes 1:20.167 +2.458 7
12 L HAMILTON Mercedes 1:20.332 +2.623 83
13 N HÜLKENBERG Renault 1:20.348 +2.639 80