Nove anos depois, F1 volta a usar bandeira preta e branca como ‘cartão amarelo’

A bandeira preta e branca tem o propósito de sinalizar comportamento antidesportivo, mas sem causar punição imediata. A sinalização estava em desuso desde 2010, mas voltou na Bélgica após pedido do diretor de provas Michael Masi

O GP da Bélgica trouxe uma mudança de postura dos comissários da Fórmula 1. A categoria trouxe de volta a bandeira preta e branca para sinalizar aos pilotos que determinada postura foi considerada antidesportiva, mas sem risco de punição imediata. A postura foi ideia do diretor de provas Michael Masi, que define a sinalização como uma espécie de ‘cartão amarelo’ do automobilismo.
 
“A bandeira preta e branca, a de comportamento antidesportivo, é algo que aparentemente não se usava desde 2010”, disse Masi, questionado pela revista ‘Autosport’. “Só que um dos debates que está acontecendo com os diretores esportivos é sobre seu uso. Um dos motivos para a gente ainda não ter usado foi por tentar achar um motivo para não usarem mais, e nenhum veio com um motivo válido. É uma bandeira que existe no código e todos os diretores esportivos e todos os pilotos apoiam o uso”, seguiu.
 
A bandeira foi utilizada na corrida em Spa-Francorchamps. Pierre Gasly recebeu o ‘cartão amarelo’ por mudar de trajetória durante freada em disputa com Kevin Magnussen. Como o francês não voltou a cometer infrações, nenhuma punição foi aplicada.
O GP da Bélgica trouxe de volta uma sinalização que estava em desuso (Foto: Beto Issa)

A última aparição da bandeira em um GP foi em 2010, na Malásia. Na ocasião, Lewis Hamilton ficou ziguezagueando na reta principal para se defender dos ataques de Vitaly Petrov. Dessa forma, Lewis não poderia cometer novas infrações ao longo da corrida.

 
“Esse foi o ponto alto da reunião de pilotos de sexta de noite, que esse é o seu cartão amarelo”, destacou Masi. “Se a gente pegar exemplos desse fim de semana, um piloto que excede limites de pista na curva 4 [Radillon] três vezes e aí se envolve em um segundo incidente, você não recebe uma segunda bandeira preta e branca. Você vai ser encaminhado aos comissários”, encerrou. 
 
A próxima etapa da F1 é já nesta semana. Trata-se do GP da Itália, no icônico autódromo de Monza.

Paddockast #31
QUEM NA F1 PASSA DE ANO?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube