Novo diretor-executivo da McLaren, Capito nega que saída da Volkswagen tenha relação com escândalo das emissões

Novo diretor-executivo da McLaren, Jost Capito afirmou que sua saída da Volkswagen não tem relação com o escândalo das emissões. A empresa admitiu em setembro passado que manipulou alguns motores a diesel para burlar testes de emissões de poluentes

Novo diretor-executivo da McLaren, Jost Capito negou que sua saída do programa de rali da Volkswagen tenha relação com o escândalo envolvendo a montadora. Em setembro passado, a fábrica alemã admitiu que manipulou alguns motores à diesel para burlar testes de emissão de poluentes. 
 
Poucos dias após anunciar sua mudança para a F1, Capito sublinhou que sua partida da Volkswagen não tem relação com o escândalo, tampouco com uma diminuição do envolvimento da montadora com o WRC.
Jost Capito afirmou que escândalo não afetou envolvimento da Volkswagen com o WRC (Foto: Volkswagen)
“Eu ouvi que as pessoas estão falando sobre razões diferentes para eu aceitar este novo trabalho, mas posso dizer aqui e agora, com certeza: não tem nada errado com a Volkswagen Motorsport”, disse Capito em entrevista à publicação inglesa ‘Autosport’. “Minha decisão de sair é por conta do desafio, não é uma questão que surgiu nos últimos três meses, desde o problema do diesel”, continuou.
 
“A primeira vez que eu falei sobre essa possibilidade foi no início do verão”, contou. “O programa da Volkswagen no WRC está seguro e, no momento, nós precisamos de sucesso nessa área mais do que nunca. Claro, nós tentamos economizar um pouco do orçamento, mas o comprometimento é o mesmo”, assegurou.
 
De acordo com a publicação inglesa, o orçamento da Volks no WRC foi reduzido cerca de 30%, mas a equipe conseguiu evitar a redução do time, promovendo cortes em seu hospitality nas etapas europeias do WRC.
 
Além disso, Capito garantiu que o desenvolvimento do Polo R WRC para a temporada 2017 já está em curso e que a Volkswagen vai abrir a temporada do Mundial de Rali neste fim de semana, em Monte Carlo, com a mesma determinação de sempre.
 
“É o trabalho de sempre. Esta semana nós começamos em Monte Carlo, mirando o quarto título com a Volkswagen e isso será simplesmente tão difícil — se não for mais difícil — do que os que conquistamos antes”, considerou. “Quando somos as presas, nunca é fácil. Começamos do zero mais uma vez neste fim de semana”, encerrou.
VEJA NA ÍNTEGRA A EDIÇÃO #13 DO PADDOCK GP

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube