Otimista com chegada do ‘carro B’ da Force India, Pérez diz que meta é alcançar Red Bull no Mundial de Construtores

Sergio Pérez lembrou que a Force India teve um início difícil de temporada, mas ainda assim conseguiu dar a volta por cima e fazer uma boa primeira metade de ano. Às vésperas da estreia do ‘carro B’, mexicano se disse otimista e avaliou que a meta é alcançar a Red Bull no Mundial de Construtores

A Force India vive um fim de semana empolgante na Inglaterra. Correndo no quintal de casa, já que a fábrica do time está instalada em Silverstone, o time de Vijay Mallya estreia seu ‘carro B’ nesta nona etapa da temporada 2015, o que representa a primeira grande atualização do VJM08.
 
Com problemas financeiros, o time de Sergio Pérez e Nico Hülkenberg atrasou bastante o desenvolvimento do bólido de 2015, que só foi para a pista na última bateria de testes da pré-temporada. Apesar da defasagem e da pouca quilometragem no carro, a equipe conseguiu dar um salto de qualidade nessa primeira metade do ano e hoje aparece na quinta colocação do Mundial de Construtores, 24 pontos atrás da Red Bull, a quarta colocada.
Sergio Pérez se mostrou confiante com a chegada da atualização da Force India (Foto: Force India)
Às vésperas dessa grande atualização, Pérez elogiou o trabalho do time nessas primeiras corridas e se mostrou otimista para a chegada da ‘carro B’.
 
“Acho que todo o time espera essa atualização há muito tempo”, disse Pérez. “Esta é, basicamente, a primeira atualização no ano todo”, destacou.
 
 “Neste momento, é bom olhar para trás e ver o que conquistamos como um time, sabendo onde estávamos dois ou três meses atrás”, comentou. “Agora todos esquecem que nós fizemos dois dias de testes antes da primeira corrida, que o nosso carro foi apressado para chegar à primeira corrida, e agora nós estamos em quinto entre os construtores, com muitos pontos no Mundial de Pilotos e muita coisa para acontecer, então estou realmente otimista”, reforçou.
 
Confiante, Pérez afirmou que a meta do time é alcançar a Red Bull, que vive uma temporada um tanto difícil por conta da performance de motor Renault.
 
“Acho que essa deve ser a nossa meta: tentar alcançar a Red Bull”, frisou. “Se a atualização for bem, e tudo correr bem, então podemos, definitivamente, mirar a Red Bull”, assegurou.
 
“Nós estamos muito otimistas. Olhando para os números, é bastante promissor. Mas, ao mesmo tempo, nós somos realistas. Uma atualização precisa de um processo de entendimento para extrair o máximo dela”, lembrou. “Tomara que amanhã possamos ter bastante quilometragem. Nós precisamos de bastante quilometragem para avançar e ver onde estamos. Estamos otimistas, sim, mas somos realistas e sabemos que amanhã teremos muito trabalho para fazer”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube