Paddock GP: Massa acerta ao voltar para Williams em 2017: “Pode dar uma sorte danada e ganhar corrida”

A temporada 2016 era a última de Felipe Massa na F1, como o brasileiro havia anunciado. No entanto, após a saída de Nico Rosberg e a intensa dança das cadeiras, o piloto voltou para a Williams por mais um ano. No Paddock GP, os jornalistas participantes debateram como a decisão foi certa

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Os planos inicias de Felipe Massa, em 2016, era de se aposentar da F1. No entanto, após aposentadoria inesperada de Nico Rosberg, o brasileiro acabou recebendo o convite de voltar para a Williams em 2017. E acabou aceitando.
 

Para os jornalistas que participaram do PADDOCK GP #62, programa de debates do GRANDE PRÊMIO que foi apresentado na noite da terça-feira (24), a decisão foi correta. “É legal ver o Massa voltar”, disse Flavio Gomes.

ASSISTA ABAIXO.
 

O PADDOCK GP é transmitido AO VIVO pelo canal do GRANDE PRÊMIO no YouTube. Sempre às terças-feiras, o programa começa às 20h.  

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube