Pérez é punido e larga dos boxes nos EUA por ignorar balança após TL2

Sergio Pérez cometeu um erro que custará extremamente caro. O mexicano ignorou a balança de pesagem após o TL2, a Racing Point treinou um pit-stop e, assim, o piloto foi punido. Pérez largará dos boxes em Austin

Sergio Pérez tomou uma das mais duras punições nesta sexta-feira (1) e vai ter de largar dos boxes no GP dos EUA. O mexicano não viu a sinalização, passou a balança ao final do TL2 e, sem pesar o carro, acabou sancionado.
 
Pérez não foi o primeiro a perder a entrada para a pesagem após uma sessão, Sebastian Vettel fez algo parecido em Interlagos em 2018, mas o mexicano teve o agravante da Racing Point ter mexido em seu carro antes do #11 ir para a balança. Não teve como argumentar.
Sergio Pérez larga dos boxes no Texas (Foto: Racing Point)

O regulamento é bem claro quando diz que se um carro passa pela balança sem se pesar e é mexido pela equipe, não há outra punição que não a largada dos boxes. A Racing Point até recolocou os mesmos pneus e devolveu o carro para a pesagem, mas já era tarde, a bobagem estava feita.

 
"Os comissários revisaram o vídeo, escutaram o piloto e a equipe e verificaram que o piloto não parou na pesagem quando deveria. Ainda, foi aos boxes e fez um pit-stop, trocando os quatro pneus. A punição imposta é mandatória pelo regulamento, não havia pena alternativa", disse o comunicado da FIA.
 
A notícia é bem ruim para Pérez, que vem em nono no campeonato, mas, principalmente, para a Racing Point, que parecia candidata a ser quarta força em Austin e ainda tenta um top-5 no Mundial de Construtores.
 
Paddockast #40
QUEM VOCÊ ENTREVISTARIA NO GP DO BRASIL?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube