Pérez se assusta com fiscais na saída dos boxes durante safety-car em Mônaco: “Quase atropelei”

Sergio Pérez foi surpreendido por dois fiscais que atravessavam a pista quando não deviam em período de safety-car. A dupla desviou do carro, mas o mexicano cobrou um estudo do incidente para evitar novas falhas de segurança

Sergio Pérez passou por um momento assustador no GP de Mônaco deste domingo (26). O mexicano, saindo dos boxes durante período de safety-car, encontrou dois fiscais cruzando a reta principal do traçado de Monte Carlo. Foi por pouco, mas ninguém se machucou.
 
Dos dois fiscais, um conseguiu terminar de atravessar a pista e se apoiar na barreira de proteção. O outro esperou no meio da pista e também saiu ileso. Para todos, ficou o susto, explícito na mensagem de rádio do mexicano: “O que há de errado com esses fiscais? Quase matei eles. Eles estão bem?”, perguntou, ouvindo resposta positiva da Racing Point.
Sergio Pérez (Foto: Racing Point)

Após a corrida, Pérez avisou que quer discutir o incidente com a Fórmula 1. O mexicano mostrou preocupação com a segurança dos fiscais.

 
“Durante o safety-car, um fiscal de pista quase veio pra cima de mim. Quase atropelei dois fiscais, foi muito feio”, disse Pérez. “Eles estavam correndo de volta e eu estava saindo dos boxes. Precisei frear e eles tiveram muita sorte de que eu consegui desviar. Eles costumam ser muito bons. É claro que é uma questão de segurança e, no fim das contas, a segurança de pilotos e fiscais é o mais importante”, seguiu.
 
O caso mais icônico de incidente de pista com fiscal foi no GP da África do Sul de 1977. Na ocasião, Tom Pryce atropelou Jansen van Vuuren, que carregava um extintor. O resultado foi a morte instantânea de ambos.


 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube