Gasly se enfurece com ordem da Alpine para deixar Ocon passar e mostra dedo do meio

Pierre Gasly teve um ataque de fúria ainda no carro, assim que cruzou a linha de chegada, após ser obrigado a ceder posição para o companheiro de equipe, Esteban Ocon, antes da bandeirada. O francês gesticulou aos montes e mostrou o dedo do meio para a decisão da Alpine

Pierre Gasly mostrou o dedo do meio após ser obrigado a ceder a posição para Esteban Ocon, companheiro na Alpine (Vídeo: reprodução/F1 TV)

Pierre Gasly explodiu em fúria após ser obrigado a ceder a posição para o companheiro de Alpine, Esteban Ocon, antes da linha de chegada do GP do Japão, realizado domingo (24). Assim que recebeu a bandeirada, o francês começou a gesticular violentamente e mostrou o dedo do meio como forma de protesto à atitude.

A ordem de equipe veio porque Ocon abriu passagem para Gasly algumas voltas antes para que o #10 atacasse Fernando Alonso, sob a alegação de que estava mais rápido. Como não teve sucesso na tentativa de ultrapassagem, teve de devolver a ‘gentileza’.

Gasly saiu na bronca com a Alpine no Japão (Foto: AFP)

Relacionadas


Pierre disse após a prova que a troca de posições não havia sido discutida previamente com o time. “Como equipe, chegar em nono e décimo com os dois pilotos dá no mesmo, mas não era algo que esperava. E também não é algo que eu entenda, porque era o carro que estava à frente. Então, vamos conversar sobre isso”, prometeu.

Ocon, por sua vez, evitou polemizar e limitou-se apenas a elogiar o “bom trabalho em equipe na tentativa de somar mais pontos e, no final, maximizamos o que tínhamos para hoje”.

Fórmula 1 volta daqui a duas semanas, entre os dias 6 e 8 de outubro, para a disputa do GP do Catar, e o GRANDE PRÊMIO acompanha tudo.

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.