Pilotos acharam “confuso” aproximar Hamilton e Verstappen em Abu Dhabi

Os pilotos próximos ao imbróglio criado pela direção de prova na decisão da Fórmula 1 em Abu Dhabi avaliaram o que aconteceu

A Fórmula 1 viu uma decisão para ficar na memória na temporada 2021, no GP de Abu Dhabi do último domingo, e a Mercedes resolveu procurar os tribunais. A intenção é mudar o resultado final por achar que a direção de prova tomou decisão equivocada, de acordo com o livro de regras da categoria, quando deixou somente os retardatários que estavam entre Lewis Hamilton e Max Verstappen descontarem a volta. Os pilotos que estavam próximos acharam estranho e confuso.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

A situação aconteceu nas últimas cinco voltas, quando Nicholas Latifi bateu e forçou a entrada do safety-car. Verstappen aproveitou para parar nos boxes e trocar os pneus para macios novos. Verstappen voltou ainda sem saber se haveria tempo para bandeira verde novamente e com quatro retardatários entre si e Hamilton. Inicialmente a direção de prova negou a todos os retardatários que retomassem a volta. Alguns instantes antes da bandeira verde para as duas voltas finais, porém, permitiu que apenas os retardatários que estavam entre os dois tirassem as voltas. Os que estavam atrás de Verstappen, não. É exatamente a reclamação da Mercedes.

A revista inglesa fez um compilado com seis pilotos e todos tiveram opiniões parecidas.

LEWIS HAMILTON; MAX VERSTAPPEN; F1; FÓRMULA 1; GP DE ABU DHABI;
No fim das contas, Verstappen ganhou e Hamilton perdeu o Mundial de Pilotos (Foto: Lars Baron/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Carlos Sainz: “Foi uma situação muito estranha para mim, porque estava brigando pelo pódio com Valtteri e as AlphaTauri estavam atrás de mim com pneus médios, enquanto eu estava de duros bem gastos. No começo, disseram que aqueles que estavam na minha frente não podiam tirar a volta. Depois, decidiram que sim e alguns puderam, mas Stroll e Ricciardo ainda ficaram entre os líderes e eu. Nunca vi isso antes, relargar a corrida com retardatários na minha frente enquanto eu luto pelo terceiro lugar. Acredito que foi estranho, algo a se avaliar e quase me custou o pódio.”

Charles Leclerc: “Para mim, foi meio estranho, porque eu estava no meio do nada. Pudemos passar os líderes tipo uma volta antes da relargada e ficamos no meio do nada. Eu estava lutando pelo nono lugar com Esteban, acho, logo à frente. Mas primeiro me disseram que eu não poderia tirar minha volta atrás. No fim, no último momento, ofereceram a chance de recuperar a volta. Foi estranho, sim.”

Lando Norris: “Não realmente sabia que foram somente os primeiros três ou quatro [cinco, na verdade] até Max, então obviamente foi feito para que existisse uma luta. É claro que foi para a TV, pelo resultado. Se foi justo ou não, não é minha decisão. Às vezes eles te deixam passar, às vezes não deixam. É 50-50%. Eles avisaram que não nos deixariam passar, então creio que foi uma mensagem para garantir que nós não passaríamos. Aí, de repente, apenas para a última volta [mudaram]. Fiquei meio surpreso.”

Fernando Alonso: “Quando o safety-car entrou, pensei que conseguiria ultrapassar rapidamente, porque é o que normalmente acontece: você vê a luz verde do safety-car e, então, tira sua volta até que eles removam o carro. Mas nós não recebemos o sinal verde e, duas voltas depois, o engenheiro disse que eu não poderia tirar a volta e as posições ficariam daquela forma. Uma volta mais tarde, a luz verde veio e eu perguntei ‘mas temos uma luz verde?’. Eles disseram que sim, que eu devia seguir Norris. Foi o que eu fiz. Foi meio confuso.”

Sebastian Vettel: “A mensagem chegou muito tarde, tarde demais. Deviam ter deixado passar na reta, como nas outras vezes. Obviamente, os caras estavam brigando na frente, então tinham de abrir o caminho. Foi uma pena para nós, por que não tínhamos uma corrida naquele momento, com os dois separados.”

Daniel Ricciardo: “Fiquei confuso, porque recebi a mensagem para não ultrapassar. Na minha cabeça, pensei ‘isso parece ok’, justo, porque Lewis tinha uma liderança grande e Max estava com pneus novos. Desta maneira, tinha que passar alguns carros se recomeçassem a corrida. Aí, vi alguns carros ultrapassarem e perguntei se era para eu passar. A resposta foi que não. Literalmente, tinha assentos de primeira fila para a última volta e estava com pneus macios novos. Honestamente, fiquei sem palavras. Não sei o que tirar disso, realmente não sei. Preciso entender como tudo aconteceu.”

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

VERSTAPPEN CAMPEÃO SOBRE HAMILTON: TUDO SOBRE A F1 2021 | Paddock GP #272
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar