Pirelli anuncia escolha de pneus para mais quatro GPs e opta por combinação agressiva na Itália

A Pirelli informou nesta quinta-feira (18) as escolhas feitas para os GPs da Inglaterra, da Hungria, da Bélgica e da Itália, que acontecem entre os meses de julho e setembro. A combinação mais ousada será para a etapa em Monza, onde a fabricante decidiu pelos compostos médios e macios

Fornecedora única da F1, a Pirelli anunciou na manhã desta quinta-feira (18) a combinação de compostos que vai entregar às equipes nos GPs da Inglaterra, da Hungria, da Bélgica e da Itália, que acontecem entre os meses de julho e setembro. Basicamente, as escolhas se assemelham às opções de 2014, com exceção da etapa italiana, que terá uma alocação mais agressiva, segunda a fabricante.

Para a pista de Silverstone, na corrida que acontece em 5 do próximo mês, os pilotos terão à disposição os pneus duros (laranja) e os médios (brancos). A escolha se deve à natureza do traçado inglês, que é veloz e possui curvas de todo tipo.

Monza terá combinação de pneus mais agressiva neste ano, segundo Pirelli (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)

Já para a etapa em Hungaroring, a combinação será entre os macios (amarelos) e os médios (brancos), devido especialmente às altas temperaturas do fim de julho na capital húngara, o que acarreta enorme degradação. A mesma escolha foi feita também para a prova em Spa-Francorchamps, traçado veloz, de longas retas, subidas, descidas e curvas muito rápidas.

Para o GP da Itália, na casa da Pirelli, a fornecedora decidiu ousar e promete mexer com as estratégias das equipes. Por isso, vai repetir a opção das últimas corridas e vai levar para Monza os compostos médios e macios. No ano passado, os pilotos andaram com os duros e médios.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube