Pirelli descarta 1.800 pneus após cancelamento do GP da Austrália

Fabricante italiana também enviou pneus para Bahrein e Vietnã, mas compostos serão armazenados e poderão ser utilizados no futuro. Mario Isola falou sobre os cuidados tomados por conta do coronavírus, que forçou o cancelamento do GP da Austrália

Com o cancelamento do GP da Austrália por conta da pandemia do coronavírus, a Pirelli foi obrigada a descartar 1.800 pneus novos que seriam utilizados na prova que aconteceria no domingo (15). Agora, eles serão utilizados como combustível para a fábrica de cimento de Oxfordshire, na Inglaterra.
 
A fabricante já é acostumada a descartar cerca de 560 pneus de chuva por corrida, já que não existe a necessidade de uso na maioria das oportunidades, mas a situação da Austrália é sem precedentes em termos de desperdício.
 
"Terminamos de montar os pneus na quinta-feira à tarde e tivemos que desmontar tudo", disse Mario Isola, chefe da Pirelli.
Mercedes de Lewis Hamilton (Foto: Mercedes)
Precaução foi tomada pelos italianos em relação ao coronavírus, mas a F1 optou pelo cancelamento da corrida em Albert Park apenas duas horas antes do primeiro treino livre.
 
"Organizamos a área de adaptação para minimizar contato entre pessoas, porque o ponto é que a Pirelli está em contato com todos os times, então precisamos evitar espalhar o vírus se houver contato. Estávamos tentando administrar de forma inteligente na área de montagem", continuou Isola.
 
Conjuntos de pneus também já chegaram no Bahrein e no Vietnã. Com o adiamento das etapas, eles serão mantidos no local caso as corridas sejam remarcadas, e podem também ser enviados para outro evento na temporada caso exista coincidência entre as escolhas dos modelos.
 
"Os pneus do Bahrein e do Vietnã estão lá, mas não são problema. Utilizamos frete marítimo para a maioria dos pneus e eles estão em contêineres com controle térmico. É como tê-los em um armazém, não faz muita diferença. Se houver alguma alteração, podemos usá-los", seguiu.
 

Paddockast #52
PREVISÕES CERTEIRAS E OUSADAS PARA F1 2020

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube