Pirelli rebate reclamações de pilotos em Silverstone: “Fácil criticar”

Após contínuas reclamações dos pilotos sobre os pneus, Pirelli rebate e espera "críticas construtivas" para tentar melhorar o produto

A Pirelli selecionou, para o GP da Inglaterra, a gama de pneus mais dura para resistir de forma eficiente à alta pressão exercida pelas curvas de alta velocidade no circuito de Silverstone. Os pilotos, no entanto, reclamaram da performance dos compostos após as sessões de treinos livres de ontem, alegando que a borracha não proporciona aderência o suficiente.

Mario Isola, chefe de corrida da marca italiana, disse ter recebido o feedback dos pilotos, mas retrucou. Segundo ele, quando se é o único fornecedor da categoria, as críticas tendem a ser maiores, embora tenha dito que não há problema nenhum em fazer esse tipo de comentário. No entanto, reiterou: precisa ser construtivo.

Relacionadas


“Entendo que os pilotos às vezes não estão felizes com o desempenho ou o comportamento do pneu. Acredito que é bastante normal quando você é o único fornecedor receber algumas críticas. O que sempre digo é que se a crítica for boa, ou para melhorar, é sempre mais do que bem-vinda”, disse Isola.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

A F1 deseja abolir os cobertores témicos dos pneus em 2024 (Foto: André Netto/Grande Prêmio)

Desde 2022, a Fórmula 1 adotou o uso dos pneus de 18 polegadas, o que ajudou a reduzir o superaquecimento da borracha. Para 2023, contudo, os pilotos voltaram a reclamar deste problema. Isola não entende o porquê dessa mudança, uma vez que os compostos são exatamente iguais aos do ano passado.

“Mas às vezes também há algumas situações estranhas. Por exemplo, no ano passado tivemos o primeiro ano com os carros novos e as novas rodas de 18 polegadas e lembro que todos os pilotos estavam felizes. Eles disseram: ‘Finalmente, não temos superaquecimento, podemos atacar’. Tivemos muitas corridas com muita ação na pista. Mas, este ano, eles voltaram criticando o superaquecimento. Temos os mesmos pneus do ano passado. Então, como é possível que haja outra coisa? Estamos tentando fazer o nosso melhor. Criticar o pneu às vezes é fácil”, retrucou Mario.

“A Pirelli não conta com um resumo do design do carro que aponta como os pneus se desgastam, superaquecem, etc. Além disso, a fornecedora apontou que o número limitado de testes em um calendário cada vez mais extenso, é um dos fatores que atrapalham a desenvolver melhor os compostos”, finalizou.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.