Pneu de Rosberg estoura em alta velocidade em teste no Bahrein: “Preciso de papel higiênico agora”

No Twitter, Nico Rosberg reclamou de um pneu que estourou em alta velocidade em seu carro na reta do circuito de Sakhir, onde a Pirelli está testando os pneus de 2014

Nico Rosberg levou um enorme susto no teste da Pirelli no Bahrein depois que um pneu estourou em alta velocidade, contou o piloto por meio de sua conta no Twitter.

“Acabei de rodar a 320 km/h na reta do Bahrein porque meu pneu estourou sem aviso. “Graças a isso, preciso usar papel higiênico agora”, escreveu Rosberg na rede social.

Pouco depois, a mensagem foi excluída.

Mensagem postada por Rosberg no Twitter já foi excluída (Foto: Reprodução)

Após o incidente, a Mercedes encerrou sua participação no teste, já que seria preciso fazer reparos no carro e não havia mais tempo hábil para isso.

A F1 iniciou na terça-feira uma bateria de três dias de testes de pneus, uma exigência da Pirelli para poder desenvolver os compostos que serão utilizados na temporada 2014. Quatro equipes participam: a Mercedes de Rosberg, Ferrari, Red Bull e Toro Rosso.

As atividades estão acontecendo com portas fechadas, mas as primeiras informações a respeito dos resultados indica que os novos pneus serão mais lentos do que os que foram usados em 2013. A fabricante está trabalhando em uma abordagem mais conservadora para evitar que sua imagem seja arranhada depois dos problemas encontrados neste ano, quando ela atendeu ao pedido da F1 e fez um composto de baixa durabilidade.

À 'Autosport', uma porta-voz da Pirelli admitiu que houve um problema, mas minimizou a situação. "É para isso que testes servem. Nosso programa seguirá como planejado", falou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube