Por 2016 ‘sem crise’, Force India pede a chefão da F1 adiantamento da premiação do Mundial de Construtores

Bob Fernley, chefe-adjunto da escuderia de Silverstone, confirmou que solicitou adiantado parte da premiação o Mundial de Construtores como forma de equilibrar as contas e evitar que a Force India tenha em 2016 o mesmo começo de ano difícil que foi visto em 2015. O time se equilibrou em meio às dificuldades e está próximo de fechar a temporada em quinto lugar


Dentre todas as equipes do grid, a Force India está, ao lado da Ferrari, entre as que mais evoluíram em 2015. Graças à ótima dupla formada por Sergio Pérez e Nico Hülkenberg, o motor Mercedes e também à evolução do carro ao longo do ano, o time de Silverstone está muito próximo de conquistar seu melhor resultado no Mundial de Construtores, quinto lugar. Mas a equipe viveu tempos de crise financeira no começo da temporada, atrasando, inclusive, o projeto do seu carro, que ficou pronto bem depois das outras equipes do pelotão intermediário. Para evitar que a situação se repita em 2016, a escuderia pediu junto a Bernie Ecclestone um adiantamento da premiação do Mundial deste ano. Tudo para equilibrar as contas e ter melhor saúde financeira na próxima temporada.
 
Bob Fernley, chefe-adjunto da Force India, explicou à revista britânica ‘Autosport’ porque precisou adotar a medida. “Começamos a perder pagamentos tão logo a temporada termina, de modo que estamos tentando equilibrar melhor as coisas, conseguir um melhor fluxo de caixa, porque o inverno é o pior momento do ano para nós, mas também para que nossos apoiadores tenham uma vida um pouco mais fácil”, comentou o britânico.
Para evitar um começo de ano difícil em 2016, a Force India pediu a Bernie um adiantamento da premiação do Mundial (Foto: Force India)
“Estamos buscando adiantar nosso programa, ao contrário do que foi o ano passado, quando estávamos atrasados. Só temos de ser pragmáticos porque, se sabemos onde vamos estar, então temos de trabalhar”, afirmou o engenheiro.
 
Na visão de Fernley, trata-se de um gesto que pode encorajar outras equipes do grid. “Fizemos nossa solicitação de um modo transparente, e não estamos fazendo isso à margem do processo. Vai depender muito de outras equipes sentirem a necessidade de fazer o mesmo, de modo que será um processo um tanto mais lento. Pode ser que seja uma coisa coletiva, não para todos, mas para poucas equipes que estiveram em meio a isso no ano passado.”
 
“O fato é que Bernie está facilitando tudo para nós, e isso é uma indicação do seu apoio. Se não tivermos tudo pago, as coisas serão mais complicadas”, acrescentou.
 
Fernley disse também que a Force India já trabalha pensando em 2017. “Não será um problema para nós, mas vamos tratar de evitar que isso nos afete. O ano que vem é relativamente fácil porque é uma continuação deste, a grande mudança chegará para 2017, quando teremos de fazer um novo projeto. Por sorte, para então teremos soluções melhores”, concluiu o dirigente da equipe de Silverstone.
VIU ESSA? HAMILTON SOBE NO RINGUE E VIRA LUTADOR DE WWE

determinarTipoPlayer(“15660050”, “2”, “0”);

 

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

A molecada que nunca viu Senna capotar na Peraltada — e que também não vai ver o que era a Peraltada…

Posted by Grande Prêmio on Quarta, 28 de outubro de 2015

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube