F1

Por meros 0s003, Bottas bate Hamilton e comanda segundo treino em Interlagos. Vettel cola na Mercedes

Assim como no treino livre da manhã, a sessão da tarde foi novamente bastante parelha, ao menos no que diz respeito aos três primeiros colocados: Valtteri Bottas, Lewis Hamilton e Sebastian Vettel foram separados por apenas 0s073
Warm Up, de São Paulo / FERNANDO SILVA, de Interlagos
 Valtteri Bottas (Foto: Mercedes)

O equilíbrio deu o tom na sexta-feira (9) que abriu o fim de semana do GP do Brasil de F1. Pela manhã, os três primeiros colocados — Max Verstappen, Sebastian Vettel e Lewis Hamilton — foram separados por menos de 0s1. Nesta tarde, no segundo treino livre, a diferença foi ainda menor no top-3. Desta vez, Valtteri Bottas foi o mais rápido, liderando a dobradinha da Mercedes com o melhor tempo do dia: 1min08s846. Hamilton completou a sessão em segundo, somente 0s003 atrás. E Vettel também se manteve entre os primeiros colocados, com meros 0s076 de déficit para o líder da sessão.

A Red Bull colocou seus dois carros logo na sequência: Daniel Ricciardo desta vez terminou à frente de Verstappen e finalizou em quarto lugar, com 0s318 de diferença para Bottas. Max completou o top-5, e sí então veio Kimi Räikkönen como o último da chamada 'F1 A'. Na luta pelo posto de 'melhor do resto', Romain Grosjean foi novamente o mais rápido, terminando em sétimo na classificação geral. O franco-suíço da Haas ficou à frente da Sauber de Charles Leclerc, enquanto a outra Haas, de Kevin Magnussen, completou a tarde em nono. Esteban Ocon foi o décimo colocado.
Valtteri Bottas fechou a sexta-feira como o mais rápido em Interlagos (Foto: Mercedes/Twitter)
Fernando Alonso foi discreto, mas não comprometeu, considerando a falta de performance da McLaren. No seu último fim de semana de GP do Brasil, o bicampeão fechou a sessão em 13º. E Nico Hülkenberg, que bateu forte na subida da Curva do Café, ficou em último lugar.

O fim de semana do GP do Brasil tem sequência neste sábado com o terceiro treino livre, a partir de 12h (horário brasileiro de verão), enquanto a sessão classificatória está marcada para 15h. O GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ o GP do Brasil de F1 com os repórteres Evelyn Guimarães, Felipe Noronha, Fernando Silva, Gabriel Curty, Juliana Tesser, Nathalia De Vivo e Pedro Henrique Marum, e o fotógrafo Rodrigo Berton. Acompanhe tudo aqui.

Saiba como foi o segundo treino livre do GP do Brasil de F1


A sessão da tarde em Interlagos começou diante da ameaça de chuva e com três titulares que não aceleraram no treino da manhã: Fernando Alonso, Marcus Ericsson e Sergio Pérez nos cockpits de McLaren, Sauber e Force India, respectivamente. E como de costume, o TL2 teve seus primeiros minutos bem agitados e com vários carros na pista. A dupla da Ferrari liderou os instantes iniciais com Sebastian Vettel marcando 1min09s990, com Kimi Räikkönen vindo em segundo.

Vettel iniciou a tarde com pneus macios, enquanto Räikkönen acelerou com os médios. Valtteri Bottas foi o primeiro dentre os pilotos da Mercedes a fazer volta rápida, chegou a subir para primeiro, mas depois foi superado por Vettel, que retomou o primeiro posto. Já Lewis Hamilton teve de ir para os boxes antes de abrir sua tentativa. Isso porque Nico Hülkenberg perdeu o controle da sua Renault na subida da Junção, passou pela grama e bateu no guard-rail da Curva do Café. Bandeira vermelha em Interlagos.
Nico Hülkenberg bateu ainda no começo do TL2 em Interlagos (Foto: Reprodução/TV)
A sessão foi retomada minutos depois e já com a presença também de Hamilton e Ricciardo. Mas quem tomou mesmo a liderança foi Räikkönen, que marcou 1min09s508 e superou o companheiro de equipe por apenas 0s057. O equilíbrio voltava a dar o tom, com Hamilton em terceiro, somente 0s076 atrás do líder, Valtteri Bottas em quarto e Ricciardo fechando o top-5. A expectativa era pela performance de Max Verstappen, que ainda não tinha feito volta rápida e seguia parado nos boxes com uma suspeita de vazamento de óleo no carro.

Vettel, aliás, protagonizou um dos momentos mais pitorescos das últimas semanas na F1 com um diálogo surreal. Seb reclamou que alguma coisa "balançava" na parte frontal de sua Ferrari: "Alguma coisa está solta entre minhas pernas", disse. "Alguma coisa além do óbvio, algo está balançando. Está perto dos meus pés, eu ficaria orgulhoso se fosse o que vocês estão pensando, mas não é...", brincou Vettel, arrancando risos da Ferrari. A equipe, aliás, deu a única resposta possível: gargalhada e um simples "ok, entendido", evitando qualquer citação mais vulgar, claro.

Aí Hamilton tratou de colocar a Mercedes na frente com 1min09s245, com o britânico usando pneus macios. Só que Bottas, com os supermacios, superou seu companheiro de equipe, assim como Vettel. Os dois romperam pela primeira vez a casa de 1min09s em Interlagos nesta sexta-feira, só que com os pneus supermacios. Valtteri anotou 1min08s846, quase 0s5 atrás do recorde de Interlagos, que é do próprio finlandês.
Max Verstappen só foi para a pista no fim da primeira metade do treino (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
A dobradinha prateada ficou completa quando Hamilton trocou os macios pelos supermacios e fez uma volta quase idêntica ao do colega, ficando meros 0s003 atrás. Em seguida, Verstappen finalmente foi para a pista no fim da primeira metade da sessão. O holandês deixou os boxes calçando pneus macios, assim como Vettel, que já partia para uma simulação de corrida em Interlagos. Max cravou o quinto tempo, superando a Ferrari de Räikkönen, antes de regressar para os boxes.

A fase final da sessão vespertina em Interlagos foi dedicada às simulações de corrida. No fim das contas, a Mercedes fechou o dia como a mais rápida, porém com Vettel logo atrás e a Red Bull também perto com seus dois carros. Bottas, porém, levou um susto nos minutos derradeiros quando quase se chocou com a Force India de Sergio Pérez no S do Senna.

E a Haas confirmou o bom desempenho do primeiro treino, mas com uma briga boa que se desenha pelo posto de quarta força do fim de semana com Romain Grosjean em sétimo e Kevin Magnussen na nona colocação.
Acompanhe todo o conteúdo em vídeo do GP do Brasil no nosso canal no YouTube Resultado de imagem para logo png youtube

F1 2018, GP do Brasil, Interlagos, treino livre 2:

1 V BOTTAS Mercedes 1:08.846  
2 L HAMILTON Mercedes 1:08.849 +0.003
3 S VETTEL Ferrari 1:08.919 +0.073
4 D RICCIARDO Red Bull Tag Heuer 1:09.164 +0.318
5 M VERSTAPPEN Red Bull Tag Heuer 1:09.339 +0.493
6 K RÄIKKÖNEN Ferrari 1:09.412 +0.566
7 R GROSJEAN Haas Ferrari 1:09.769 +0.923
8 C LECLERC Sauber Ferrari 1:09.943 +1.097
9 K MAGNUSSEN Haas Ferrari 1:10.007 +1.161
10 E OCON Force India Mercedes 1:10.159 +1.313
11 S PÉREZ Force India Mercedes 1:10.320 +1.474
12 P GASLY Toro Rosso Honda 1:10.330 +1.484
13 F ALONSO McLaren Renault 1:10.332 +1.486
14 C SAINZ JR Renault 1:10.458 +1.612
15 M ERICSSON Sauber Ferrari 1:10.532 +1.686
16 S SIROTKIN Williams Mercedes 1:10.569 +1.723
17 S VANDOORNE McLaren Renault 1:10.596 +1.750
18 L STROLL Williams Mercedes 1:10.662 +1.816
19 B HARTLEY Toro Rosso Honda 1:10.734 +1.888
20 N HÜLKENBERG Renault 1:11.674 +2.828
    Tempo 107% 1:13.665 +4.819
         
REC V BOTTAS Mercedes 1:08.322 11/11/2017
MV M VERSTAPPEN Red Bull Tag Heuer 1:11.044 12/11/2017