Prêmio Laureus indica despedida de Massa com filho em Interlagos como ‘Momento Esportivo do Mês’

Conhecido como Oscar do Esporte, o Prêmio Laureus indicou a despedida de Felipe Massa da F1 Interlagos na categoria de ‘Momento Esportivo do Mês’. Votação é aberta ao público

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Quase cinco meses se passaram desde que Felipe Massa se despediu da F1 em Interlagos, mas o momento protagonizado pelo então piloto da Williams em sua corrida de casa ainda não caiu no esquecimento. Conhecido como ‘Oscar do Esporte’, o Prêmio Laureus indicou a despedida do #19 como ‘Momento Esportivo do Mês’ de abril.
 
Massa se despediu pela primeira vez do público brasileiro em Interlagos em 2016, mas, com a aposentadoria surpresa de Nico Roberg, acabou chamado de volta pela Williams para assumir a vaga que foi deixada por Valtteri Bottas. Assim, a penúltima prova da temporada passada viu um novo adeus de Felipe.
Massa agradece aos fãs (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
O momento em que Felipe dividiu o pódio paulista em uma celebração com a torcida em Interlagos, no entanto, tem uma dura concorrência pela frente. Além de Massa, os indicados de abril são: Bibian Mentel-Spee, Doddie Weir e Gus Kenworthy.
 
A snowboarder holandesa Mentel-Spee conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pyeongchang apenas dois meses depois de concluir um tratamento de câncer. Bibian foi diagnosticada em julho de 2017 com câncer no pescoço, no esôfago e nas costelas, e passou por tratamento até outubro. Em dezembro, no entanto, ela foi informada de que deveria se submeter a uma cirurgia de urgência no pescoço.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A atleta de 45 anos, aliás, se tornou uma atleta paraolímpica ao precisar amputar a perna direita abaixo do joelho por conta de um tumor ósseo descoberto quando ela tentava se classificar para as Olimpíadas de Inverno de Salt Lake City em 2002.
 
Weir, por sua vez, foi indicado por conta de um tributo que recebeu do All Blacks no Murrayfield em uma partida de rúgbi contra a Escócia. Doddie, de 47 anos, sofre com a doença do neurônio motor, um mal que não tem cura conhecida e que afeta as células que controlam atividades musculares voluntárias, como fala e respiração, por exemplo.
 
Kenworthy, por outro lado, protagonizou a primeira vez em que um beijo gay foi transmitido, ao vivo, em uma Olimpíada. Gus beijou o namorado, o ator Matthew Wilkas, antes da disputa de esqui em Pyeongchang.
 
No fim de 2015, Kenworthy já tinha feito história a se tornar o primeiro atleta de ação a assumir publicamente sua homossexualidade. 
 
A votação é aberta ao público pelo site: https://mylaureus.com/
 
"RIDÍCULO E LEVIANO"

AJUDA DELIBERADA DA HAAS À FERRARI? NÃO FAZ SENTIDO ALGUM

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube