Presidente da Red Bull quer Vettel de volta, mas precisa convencer sócios tailandeses

Dietrich Mateschitz, presidente da Red Bull, quer contar com Sebastian Vettel e já até avisou a Helmut Marko, segundo o site alemão 'Motorsport-Total'. O veículo afirma que ainda é preciso convencer os sócios tailandeses

A confirmação de que Fernando Alonso será piloto da Renault na temporada 2021 da Fórmula 1 limitou bastante o possível destino de Sebastian Vettel. O que vai acontecer com o tetracampeão? No que depender do presidente da Red Bull, Dietrich Mateschitz, o lugar de Vettel será de volta para a casa dos dias mais gloriosos.

De acordo com o site alemão ‘Motorsport-Total’, Mateschitz já deixou claro para seu braço direito na equipe, Helmut Marko, que deseja ver Vettel ao lado de Max Verstappen em 2021. O plano incluiria rebaixar Alex Albon e formar uma dupla entre ele e Pierre Gasly na AlphaTauri.

O que o site especifica, entretanto, é que três passos precisam ser seguidos para que a possibilidade de Vettel de volta à Red Bull seja realidade. O primeiro é que o alemão precisa querer voltar. Essa parte não parece problema, uma vez que Seb já explicitou que voltaria.

Os passos dois e três são casados. É fundamental lembrar que Albon é uma figura do agrado da Red Bull não apenas por conta do talento demonstrado, mas também por ser tailandês. Embora Mateschitz seja dono de 49% das ações da companhia dos energéticos e dê as cartas como chefão, 51% das ações pertence à família tailandesa Yoovidhya. O patriarca Chaleo Yoovidhya, morto em 2012, foi o responsável por criar a marca energética Krating Daeng, que anos depois daria origem à Red Bull como conhecida atualmente. A ligação tailandesa é forte, portanto.

Desta forma, o segundo passo é que Albon não tenha um grande ano e mostre não estar pronto ou não ter o talento para brilhar nos holofotes mais imponentes. Caso isso aconteça, Mateschitz tem de convencer os sócios de que Vettel é tudo que a Red Bull precisa.

Publicamente, Marko disse que a Red Bull não tem lugar para Vettel, mas sabe-se que Mateschitz é conhecido nos bastidores da companhia pela memória. E, como figura de boa memória, lembra bem que foi Vettel o responsável por todos os títulos mundiais da Red Bull, além do dono da primeira e única vitória da Toro Rosso – atual AlphaTauri.

No momento, entretanto, não há uma aproximação mais séria. Apenas as conexões entre Vettel, Red Bull e Mateschitz que não estiveram apagadas nem nos melhores dias do alemão na Ferrari.

É uma novela que não tende a ser resolvida rapidamente.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Estíria, no fim de semana, em tempo real.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube