Processo seletivo da FIA para fornecedoras de pneus da F1 só recebe inscrições de Pirelli e Michelin‏

Chefe da Pirelli, Paul Hembery confirmou que a marca italiana tem apenas a Michelin como rival no processo seletivo da FIA (Federação Internacional de Automobilismo). No fornecedor terá contrato para as temporadas 2017, 2018 e 2019

Paul Hembery confirmou nesta sexta-feira (19) que a Pirelli tem uma única rival no processo da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) que vai selecionar o fornecedor de pneus da F1 entre as temporadas 2017 e 2019. No início da semana, a Michelin confirmou que também apresentou sua candidatura.
 
“Nós entramos no processo seletivo, sim, e tem duas pessoas nesse processo”, revelou o chefe da Pirelli. “Definitivamente, só tem dois candidatos”, reforçou.
Paul Hembery afirmou que inscrição da Pirelli segue regulamento atual (Foto: Pirelli)
A Michelin entrou na concorrência, mas deixando claro que não se interessa pelos atuais compostos de 13 polegadas. A fábrica francesa defende pneus mais duráveis e de 18 polegadas.
 
 O edital apresentado pela FIA, entretanto, abriu a porta para uma mudança de diâmetro, afirmando que isso pode acontecer “se o fabricante de pneus sente que pode haver vantagens para os concorrentes”.
 
De acordo com Hembery, a Pirelli apresentou sua candidatura seguindo o regulamento atual, mas garantiu que a companhia está aberta a novas propostas.
 
“A regra diz que é o tamanho atual e em 2017… seria como se um fabricante de motor aparecesse e dissesse que só entraria se pudessem ter um V8 de 2.5 litros, quando o regulamento diz que é um V6 turbo de 1.6 litro”, comparou. “Nós só podemos fornecer o que o regulamento diz que você pode fornecer. Nossa proposta é seguir as regras”, continuou.
 
Alvo de muitas críticas atualmente, a F1 está trabalhando em um novo pacote de regras para 2017 com a meta de tornar os carros mais rápidos e mais agressivos. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube