Promotores de GPs da F1 criticam postura do Liberty Media e pedem “abordagem mais colaborativa”

A Associação de Promotores da Fórmula 1 criticou o posicionamento do Liberty Media na gestão política. Os organizadores se sentem sem poder de fala em questões como inclusão de novas provas e saída do campeonato da TV aberta

A terça-feira (29) começou com críticas de promotores de GPs contra o Liberty Media, grupo que gere a Fórmula 1. Em comunicado assinado pela FOPA – Associação de Promotores da Fórmula 1, em tradução livre –, o grupo mostrou preocupação com a postura dos novos donos a respeito de questões políticas do esporte.
 
O comunicado, assinado por promotores de 16 dos 21 GPs do calendário de 2019, tem como principal crítica a falta de comunicação e colaboração entre Liberty Media e organizadores dos eventos. A FOPA não se sente ouvida em questões como o movimento de saída da Fórmula 1 da TV aberta para canais por assinatura.
 
“Não é do interesse de longo prazo desse esporte que os fãs percam acesso ao conteúdo e às transmissões”, apontou o comunicado. “Temos uma falta de clareza a respeito de novas iniciativas na F1 e uma falta de engajamento com os promotores a respeito de suas implementações”, continuou.
O Liberty Media virou alvo de críticas dos promotores da Fórmula 1 (Foto: AFP)

A segunda grande crítica do comunicado tem a ver com a gestão do calendário. Os promotores buscam voz mais ativa na organização do campeonato, que passa por transformações sob a tutela do Liberty Media – o GP do Vietnã já foi confirmado, enquanto a possibilidade de um segundo GP nos Estados Unidos segue como um sonho de consumo.
 
“Novas corridas não deveriam ser introduzidas em detrimento de outras existentes, apesar de que a associação [FOPA] se sente encorajada pelo novo modelo de negócios que está sendo oferecido. Conforme entramos em uma nova temporada do esporte que promovemos há muitas décadas, os promotores buscam uma abordagem mais colaborativa para o desenvolvimento do campeonato, além de uma oportunidade de oferecer experiência e expertise em um espírito de colaboração com F1 e FIA”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube