Prost elogia primeira temporada completa na F1 e vê Vandoorne no mesmo nível de Alonso. “Ou até melhor”

Stoffel Vandoorne ganhou elogios de um dos nomes de maior peso na F1. Embaixador da Renault e tetracampeão, Alain Prost avaliou a primeira temporada do belga e disse que Stoffel foi excepcional e que está no mesmo nível de Fernando Alonso. “Ou até melhor”

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Stoffel Vandoorne terminou sua primeira temporada completa na F1 com um 16ª colocação e 13 pontos. O resultado está longe de impressionar, mas pode ser colocado em perspectiva se for levar em consideração os seguidos problemas de confiabilidade do conjunto McLaren-Honda, além do fato de que o jovem belga fechou o ano apenas dois pontos atrás da grande estrela da equipe, Fernando Alonso. Diante desse cenário, Vandoorne ganhou um elogio que é para poucos. Alain Prost fez uma avaliação do campeonato do piloto de 25 anos e afirmou que Stoffel não só se saiu muito bem, mas se mostrou também melhor que o espanhol bicampeão.

 
"Todo mundo viu o que fez Vandoorne, porque, antes mesmo de entrar na F1, ele foi reconhecido por ser um dos grandes destaques da nova geração. E ele começou em uma McLaren com problemas de confiabilidade e nunca teve o mesmo equipamento que Alonso, mas acho que agora ele está no momento nível e fazendo um trabalho de desenvolvimento perfeito. Talvez até melhor que Alonso", afirmou o francês em entrevista à rádio belga RTBD.
Stoffel Vandoorne é tão bom quanto Alonso. Ou até melhor, diz Alain Prost (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Prost ainda entende que Stoffel pode ir ainda mais longe se tiver nas mãos um carro um pouco mais competitivo. "No próximo ano, com um motor melhor, vamos ver se pode ser um pouco mais eficiente. Dividir uma equipe com Alonso não é fácil, por isso Vandoorne precisa manter a calma, entender o tempo e não terá qualquer problema para estar no topo nos próximos anos", disse Prost.

 
Em 2018, a McLaren terá os motores da Renault, mas o tetracampeão preferiu olhar com cautela a expectativa de uma maior competitividade dos ingleses. "Acho que devemos ser realistas e cuidadosos com os nossos objetivos. Devemos evoluir passo a passo, mas seguir mostrando que estamos progredindo", falou o ex-piloto, embaixador da marca francesa. 
FIM DE UMA GERAÇÃO

GIAFFONE: “BRASIL TEVE SORTE POR TER PILOTOS POR TANTO TEMPO NA F1”

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube