Quais são os dez pilotos da Fórmula 1 com o maior número de poles?

Largar na primeira posição é um privilégio para poucos na história da Fórmula 1. Veja quem são os dez pilotos que mais repetiram o feito na categoria

Nem todos os pilotos contam com o talento e a habilidade para conseguir o primeiro lugar da classificação no grid da Fórmula 1.

Os melhores pilotos se preparam junto com suas equipes para conquistar a posição no espetáculo de automobilismo mais importante do mundo, e uma das competições mais emocionantes para apostar no Betway.

Você conhece os pilotos da Fórmula 1 que ocuparam mais vezes a pole-position? Mostramos aqui os 10 pilotos que mais alcançaram o feito na história da categoria.

10. Mika Häkkinen

Mika Häkkinen ganhou foi bicampeão mundial de Fórmula 1 em 1998 e 1999, e quase repetiu o feito em 2000, quando foi vice-campeão do evento em que pode apostar no Betway a partir do seu dispositivo móvel.

Durante sua trajetória como piloto dentro da F1, o finlandês conseguiu 20 vitórias, 51 pódios, 26 pole-positions e 25 voltas rápidas. Häkinnen conquistou todas as poles pela McLaren. A primeira veio no GP de Luxemburgo de 1997, e a última na Bélgica, em 2000.

9. Juan Manuel Fangio

Juan Manuel Fangio ganhou os campeonatos de 1954 e 1955 com a Mercedes (Foto: Reprodução)

O argentino Juan Manuel Fangio ganhou cinco campeonatos na Fórmula 1 com Alfa Romeo, Mercedes, Maserati e Ferrari, além de ser vice duas vezes. Sua carreira conta com 24 vitórias, 35 pódios, 29 pole-positions e 23 voltas mais rápidas, o suficiente para ser lembrado como uma lenda.

A primeira pole foi de Alfa Romeo no GP de Mônaco de 1950, e a última a veio com a Maserati em sua terra natal, a Argentina, em 1958.

8. Nico Rosberg

Nico Rosberg correu na categoria mais importante do automobilismo pela Williams e Mercedes, onde conquistou o título mundial em 2016. Conquistou 23 vitórias e alcançou 57 pódios, 30 poles e 20 voltas mais rápidas.

Foi pela Mercedes onde largou na pole pela primeira vez, no GP da China de 2012. A última veio no GP do Japão de 2016.

7. Nigel Mansell

Nigel Mansell é um ícone das década de 1980 e 1990, competiu em uma época em que grandes figuras ilustres do automobilismo como Senna, Prost, Lauda, Piquet, Rosberg e Schumacher brilhavam com luz própria.
Mas isso não foi uma limitação para que Mansell também fizesse parte da elite do automobilismo. Seu principal sucesso foi alcançado em 1992, quando conquistou o Mundial pela Williams.

Foi vice-campeão nos campeonatos de 1986, 1987 e 1991. Conseguiu 31 vitórias, 59 pódios e 32 poles. A primeira veio com a Lotus no GP de Dallas de 1984, e com Williams conquistou a última no GP da Austrália de 1994.

6. Alain Prost

Alain Prost se tornou tetracampeão guiando a Williams em 1993 (Foto: Reprodução)

O francês, Alain Prost, ficou inscrito na história como um dos melhores pilotos da história. Caracterizou-se por ser um piloto excelente e perfeccionista na pista. Em seu repertório de conquistas acumula 51 vitórias, 106 pódios, 33 pole-positions, 4 campeonatos e 4 vices.

Prost foi pole pela primeira vez com a Renault em 1981 no GP da Alemanha, e a última veio pela Williams no GP do Japão de 1993.

5. Jim Clark

Embora Jim Clark não seja atualmente muito lembrado, ele faz parte da realeza histórica da Fórmula 1. O britânico foi duas vezes campeão nas temporadas 1963 e 1965. Com a Lotus, também conseguiu um vice-campeonato, 25 vitórias, 32 pódios, 28 voltas rápidas, e assim como Alain Prost, 33 poles.

Todas as corridas na Formula 1 foram com a Lotus. A primeira pole veio em Mônaco, em 1962. Alcançou a última no GP da África do Sul de 1968.

4. Sebastian Vettel

Sebastian Vettel, com a Red Bull, venceu quatro campeonatos consecutivos de Fórmula 1 entre 2010 e 2013, tornando-se o piloto mais jovem na história da categoria a realizar tal feito. Em sua juventude, quebrou vários recordes mundiais, sua autoridade frente ao volante deixam uma assinatura no mundo do automobilismo.

Em sua coleção de prêmios também se destacam três vice-campeonatos, 53 vitórias, 120 pódios e 57 poles. A primeira veio no GP da Itália de 2008, com a Toro Rosso. A última e mais recente aconteceu no GP do Japão de 2019, com a Ferrari.

3. Ayrton Senna

Ayrton Senna foi recordista de poles da Fórmula 1 até 2006 (Foto: Reprodução)

Ayrton Senna alcançou a glória dentro da F1 por seu desempenho na pista, hoje em dia é considerado o piloto mais rápido da história da categoria. Como legado, acumulou prêmios, vitória, demonstrações de superioridade na técnica, velocidade na pilotagem e um amplo domínio do monoposto em pista molhada.

Em sua carreira como piloto profissional se consagrou com 41 vitórias, 80 pódios e 65 poles.

A primeira vez que largou no topo do grid foi com a Lotus no GP de Portugal de 1985, e a última foi em 1994 com Williams, no GP de San Marino, corrida na qual perdeu a vida.

2. Michael Schumacher

Schumacher é um piloto consagrado. Sua magistrais atuações na pista o levou a acumular uma grande quantidade de conquistas em sua carreira como piloto profissional. Com Benetton, e depois com Ferrari, conseguiu ganhar sete Mundiais de Fórmula 1 entre 1994 e 2004.

Em sua época de glória, Schumacher foi vice-campeão em duas oportunidades, obteve 91 vitórias, 155 pódios, 68 poles e 77 voltas mais rápidas. Largou à frente do grid pela primeira vez no GP de Mônaco de 1994, com a Mercedes, e pela última vez com a Ferrari no GP da França de 2006.

1. Lewis Hamilton

Lewis Hamilton é um piloto consagrado na Fórmula 1, ocupou o primeiro lugar em treinos classificatórios em 92 ocasiões. Este feito o coloca no topo da lista dos nomes com mais pole-positions na história da Fórmula 1.

Hamilton foi pole pela primeira vez no GP do Canadá de 2007, com a McLaren, e a mais recente veio no GP da Espanha de 2020, com a Mercedes.

Sabe quais são os 20 pilotos que mais largaram na pole-position na F1? Clique na imagem abaixo:

Lewis Hamilton já tem quatro poles em 2020 (Foto: AFP)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube