Racing Point anuncia renovação de contrato e mantém Pérez até temporada 2022

A permanência de Sérgio Pérez na Racing Point era dada como certa. O que surpreendeu no anúncio feito na tarde desta sexta-feira (30) foi o tempo de contrato: três anos do novo acordo com o mexicano, que vai seguir vinculado à equipe de Silverstone, da qual faz parte desde 2014, quando ainda se chamava Force India

A Racing Point aproveitou o desfecho dos trabalhos de pista nesta sexta-feira (30) de treinos livres da Fórmula 1 em Spa-Francorchamps para anunciar a renovação de contrato com Sérgio Pérez. O mexicano, que está vinculado à equipe de Silverstone desde 2014, quando ainda se chamava Force India, assinou um novo acordo que chama a atenção pelo tempo: três anos. Hoje com 29 anos, Pérez vai seguir na Racing Point pelo menos até o fim de 2022.
 
“Fico muito empolgado por prolongar minha parceria com a equipe pelos próximos três anos. Estou trabalhando com esse grupo de pessoas há bastante tempo e eles viraram minha segunda família. Tivemos uma quantidade tremenda de sucesso juntos e compartilhamos a mesma paixão por corridas”, destacou o piloto, nascido em Guadalajara.
 
“Fiquei impressionado com a direção que a equipe tomou nos últimos 12 meses e isso me dá confiança para o futuro. Acredito que o melhor ainda está por vir e fico ansioso para celebrar muitos pódios nos próximos anos”, completou. O piloto só tinha dito que gostaria de seguir no grid se tivesse a chance de lutar por pódios.
Sergio Pérez segue na Racing Point até 2022 (Foto: Racing Point)

Otmar Szafnauer, chefe do time de Silverstone, destacou a capacidade de trabalho do mexicano, que tem um total de oito pódios conquistados na sua carreira, sendo três pela Sauber e cinco pela antiga Force India, a antecessora da Racing Point.

 
“Nós conhecemos o Sérgio muito bem e é ótimo confirmar um acordo de longo prazo. Nós o vimos se tornar um piloto muito completo ao longo dos últimos seis anos, com muita velocidade nas classificações e habilidade excepcional nas corridas. O Sergio acredita na visão de longo prazo desse projeto e ter esse acordo até o fim de 2022 nos dá uma consistência valiosa”, disse o dirigente.
 
“Conforme a equipe continua a crescer e evoluir, é importante ter um piloto com a experiência do Sergio, principalmente com um novo regulamento no horizonte. A equipe inteira fica empolgada por continuar trabalhando com o Sergio e eu acredito que podemos ter grande sucesso juntos nos próximos anos”, finalizou.
 
Desta forma, a Racing Point define sua dupla de pilotos para 2020. Ainda que não haja o anúncio oficial, é pule de dez a permanência de Lance Stroll, que é filho do dono da equipe, o bilionário empresário canadense Lawrence Stroll.

A felicidade de renovar o contrato contrasta com uma sexta-feira um tanto negativa nas pistas em Spa. Apesar de ser o quinto melhor no segundo treino livre, Pérez teve uma quebra no motor e corre o risco de fazer uma troca não prevista.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube