Racing Point se diz “sem espaço” e fecha portas para Vettel em 2021

As opções de Sebastian Vettel para seguir na Fórmula 1 a partir de 2021 estão cada vez mais escassas, ou praticamente nulas. Depois de a Renault confirmar a contratação de Fernando Alonso, Otmar Szafnauer, chefe da Racing Point, descartou a vinda do tetracampeão

Em menos de uma semana, Sebastian Vettel viu duas portas se fecharem para um futuro na Fórmula 1 a partir de 2021. O tetracampeão do mundo tem sua sequência na categoria incerta depois de não ter seu contrato renovado com a Ferrari, que optou por trazer o espanhol Carlos Sainz, de 25 anos, para seu lugar. Na quarta-feira, Vettel, de 33, viu a Renault anunciar o retorno de Fernando Alonso e, neste fim de semana, foi a vez de a Racing Point, equipe em franca ascensão no grid, descartar a sua contratação para o ano que vem.

Em entrevista coletiva na última sexta-feira no Red Bull Ring, palco do GP da Estíria no domingo, Otmar Szafnauer, chefe da equipe de Silverstone, deixou claro que os compromissos com Sergio Pérez e Lance Stroll — este filho do dono da equipe, Lawrence Stroll — impedem a vinda do tetracampeão mundial.

Sebastian Vettel
Sebastian Vettel está cada vez mais sem espaço na F1 para 2021 (Foto: Scuderia Ferrari)

“É lisonjeador que todos pensem que um tetracampeão do mundo deve se unir à nossa equipe, mas talvez seja porque o carro está um pouco mais rápido agora. Mas temos contratos longos com os dois pilotos, então seria lógico não termos espaço”, explicou o dirigente da equipe, que vai se chamar Aston Martin a partir do ano que vem.

De escuderia do pelotão intermediário, a Racing Point hoje disputa posições na parte de cima da tabela e, graças ao RP20, cópia do W10, modelo da Mercedes do ano passado, vem tendo um começo de temporada muito mais competitivo. O que atraiu o interesse de Vettel.

“Correr agora é extremamente importante para mim, e depois vamos ver, nas próximas semanas, meses, o que está acontecendo, quais oportunidades vou ter. Independente disso, acho que a Racing Point causou uma impressão muito forte e certamente está num bom lugar neste ano”, disse o alemão na última quinta-feira na Áustria.

“Conheço parte da equipe, conheço alguns membros da equipe muito bem e há tempos. Obviamente, é uma boa oportunidade para eles neste ano tendo um bom carro para lutar e tentar melhorar a partir daí”, complementou.

Em teoria, duas equipes do pelotão da frente ainda têm vagas para 2021. Mas a Mercedes, por meio da Daimler, já sinalizou que pretende renovar os vínculos de Lewis Hamilton e Valtteri Bottas. E a Red Bull, onde Vettel viveu o auge da sua carreira ao conquistar quatro títulos mundiais consecutivos entre 2010 e 2013, também descartou seu retorno, dando preferência os pilotos do seu programa.

GRANDE PRÊMIO transmite ao vivo e em tempo real todas as atividades do GP da Estíria, segunda etapa do campeonato da Fórmula 1 2020.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube