Räikkönen aponta lesão nas férias e opina: “Beber é mais seguro que esporte”

Kimi Räikkönen sentiu um músculo na perna esquerda enquanto aproveitava as férias da F1 para praticar esportes. A Alfa Romeo chamou Marcus Ericsson para ficar de prontidão em Spa, mas o clima é de otimismo em relação ao finlandês

A quinta-feira (29) começou agitada para a Alfa Romeo, que precisou solicitar a presença do reserva Marcus Ericsson em Spa-Francorchamps. O temor era de que Kimi Räikkönen não pudesse participar de atividades do fim de semana por conta de uma lesão muscular, consequência de atividade esportiva nas férias da F1. Além de tranquilizar a todos, Kimi deixou sua opinião: beber ainda é mais seguro do que praticar esportes.
 
“Esporte é perigoso. Sempre disse que é perigoso”, comentou Räikkönen. “Beber provavelmente é mais seguro. Normalmente você não se machuca, só fica de ressaca”, seguiu.
 
“Foi uma das duas [pernas], a esquerda. Vocês estão tentando transformar isso em algo maior do que é. Melhor ser a do freio do que a do acelerador. Eu só senti meu músculo e é isso. Vamos ver o que vai acontecer”, seguiu.
Kimi Räikkönen deu susto na Alfa Romeo ao se lesionar nas férias (Foto: Alfa Romeo)

A Alfa Romeo afirma que Räikkönen vai pilotar já na sexta-feira de treinos livres. Ericsson, piloto reserva, fica de prontidão para o caso de Kimi sentir algum desconforto.

 
A incerteza sobre a dupla da Alfa Romeo para o GP da Bélgica começou ainda nas primeiras horas do dia. A equipe Schmidt Peterson soltou comunicado informando que Ericsson estava liberado das atividades do GP de Portland, consequência de pedido da escuderia de F1. O sueco viajou até Spa-Francorchamps, o que gerou rumores sobre uma possível mudança na dupla de pilotos. Entretanto, Marcus realmente vai atuar apenas como ‘plano B’ para Räikkönen.
 

Paddockast #30
SHOW DO MILHÃO!

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube