Räikkönen passa Schumacher e vira piloto com mais voltas completadas na história da F1

Além de Lewis Hamilton, que igualou a marca histórica de Michael Schumacher ao conquistar seu 155º pódio na carreira, outro recorde foi alcançado no último domingo do GP dos 70 Anos da Fórmula 1. O ‘Homem de Gelo’ caminha para ser o piloto com mais largadas na categoria

A quinta etapa da temporada 2020 do Mundial de Fórmula 1 foi histórica por si só. Primeiro, pelo nome incomum e pela ocasião: o GP de Aniversário dos 70 Anos, em Silverstone, representou a comemoração de um marco na principal categoria do automobilismo. No último domingo (9), na prova vencida por Max Verstappen, Lewis Hamilton igualou um recorde que parecia inalcançável e pertencia somente a Michael Schumacher ao conquistar seu 155º pódio na carreira. A corrida também foi palco da quebra de outra marca, esta mais ligada à longevidade: a de mais voltas completadas na Fórmula 1.

Kimi Räikkönen, piloto mais veterano do grid na temporada 2020, terminou em 15º lugar a corrida em Silverstone. Ao longo da corrida, o finlandês de 40 anos, campeão mundial em 2007, igualou e superou o recorde, que até então era de Schumacher. Com 16.845 voltas, o ‘Homem de Gelo’ agora é o piloto que mais andou na história da Fórmula 1.

Räikkönen cravou um recorde ligado à longevidade na Fórmula 1 (Foto: Alfa Romeo)

O heptacampeão tem 16.825 giros na sua laureada carreira, enquanto Fernando Alonso aparece em terceiro na estatística, com 16.778 voltas. O quarto colocado é Rubens Barrichello, recordista de largadas na F1, com 16.631 giros percorridos.

Curiosamente, Räikkönen ainda não detém o recorde de mais quilômetros percorridos na categoria. A marca pertence no momento a Alonso, com 83.882 km. Kimi soma 83.711 km desde que estreou na F1, em 2001. Tal estatística deve ser superada pelo piloto da Alfa Romeo já na próxima etapa do campeonato, o GP da Espanha, que acontece neste fim de semana em Barcelona.

Räikkönen, que está no seu último ano de contrato com a Alfa Romeo, caminha para ser o piloto com mais largadas na história da Fórmula 1. O finlandês registrou no último GP dos 70 Anos a sua 318ª participação na categoria e está a cinco de igualar o recorde que hoje pertence a Rubens Barrichello. Em condições normais, o ‘Homem de Gelo’ vai superar o brasileiro no GP da Rússia, em Sóchi, prova marcada para 27 de setembro.

Contudo, a tendência é que a posição de Räikkönen como recordista de largadas na Fórmula 1 não dure muito tempo. Com sua permanência no grid incerta para o ano que vem, Kimi pode ser superado por Alonso, que já confirmou seu retorno à F1 com a Renault em 2021. O bicampeão do mundo assinou por duas temporadas e opção de renovação por mais um ano.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube