F1

Recém-anunciado como titular na Williams, Sirotkin escolhe #35 para primeira temporada na F1 em 2018

Sergey Sirotkin já escolheu o número que deseja estampar na Williams em 2018. Recém-anunciado pela equipe inglesa para o lugar de Felipe Massa, o russo escolheu o #35. A opção, entretanto, ainda carece de aprovação
Warm Up / Redação GP, de Curitiba
 Sergey Sirotkin (Foto: XPB Images)

Recém-anunciado pela Williams para a temporada 2018, Sergey Sirotkin também já escolheu o número com que pretende disputar seu primeiro campeonato na F1. O russo, que vai dividir a equipe inglesa com Lance Stroll, se decidiu pelo #35.
 
De acordo com o regulamento introduzido em 2014, cada piloto seleciona um número de 2 a 99 para as corridas, sendo que o #1 fica reservado sempre ao campeão reinante e o 17 não pode ser usado, já que o número está aposentado como uma homenagem a Jules Bianchi, jovem francês que morreu em 2015.
Sergey Sirotkin vai defender a Williams (Foto: XPB Images)

O novo piloto da Williams pediu o 35, embora ainda não tenha recebido a aprovação formal, porque a identificação já usada por George Russell, que participou de treinos livres com a Force India no ano passado, durante os GPs do Brasil e de Abu Dhabi. A última vez que o #35 foi utilizado em corrida na F1 foi em San Marino, em 1991, com Eric van der Poele.
 
Sirotkin, que terminou as temporadas de 2015 e 2016 da GP2 em terceiro lugar, passou dois anos como piloto de testes e reserva da Renault, cumprindo sessões de treinos livres de sexta-feira. O jovem também já esteve ligado à Sauber. Agora, o jovem vai fazer a estreia na F1 depois de ter vencido uma disputa com Robert Kubica.