Red Bull aprova debate sobre equalização de motores na Fórmula 1: “Sensato”

Christian Horner, chefe da Red Bull, afirmou que a discussão de equalização dos motores da Fórmula 1 é sensata. Comissão da categoria se reunirá nesta semana após suspeita de que Renault tem 30 cv a menos de potência

A Comissão da Fórmula 1 fará uma reunião nesta semana para discutir a possibilidade de equalizar os motores da categoria. Isso porque há a suspeita em cima das unidades de potência da Renault, utilizadas pela Alpine, que estão em suspeita de desvantagem em comparação com as rivais, tornando-se até 30 cv menos potente.

Um dos nomes que defende a equalização é Christian Horner. O chefe da Red Bull foi questionado pelo site Motorsport.com sobre o tema no último fim de semana, e afirmou que a discussão pode trazer benefício de todas as partes. É importante lembrar que o desenvolvimento dos motores da F1 foi congelado em 2022, e a limitação vai até 2025, último ano do atual regulamento da unidades.

Relacionadas


“É sobre ver quais são as deficiências. A FIA tem todos os dados e eles precisam apresentar exatamente quais são as deficiências. Acho que seria fascinante para todos verem, e penso que, se existe um déficit sob homologação, é algo que deveríamos ser sensíveis. Ou então, você está preso por dois anos. Eu não seria avesso a uma discussão sensata”, declarou.

Esteban Ocon e Pierre Gasly abandonaram nas voltas iniciais do GP da Hungria (Foto: AFP)

Chefe da Alpine, Otmar Szafnauer agradeceu o apoio de Horner e inclusive citou o motivo do congelamento de motores, feito em prol da Red Bull, que ficou de mãos atadas após o anúncio de saída da Honda da F1, ao fim de 2021. Com a decisão, o time taurino pôde seguir utilizando a tecnologia japonesa enquanto se adapta para poder desenvolver as próprias unidades de potência. O time firmou um acordo com a Ford a partir de 2026.

“Estou feliz que Christian disse isso, porque, se você olhar para trás, o motivo dos motores serem congelados foi pela saída da Honda, e a Red Bull não tinha um departamento de motores para seguir desenvolvendo. O motivo que todos concordamos foi em benefício da Red Bull. É legal que Christian reconheça isso”, concluiu.

A Red Bull lidera os Mundiais de Pilotos — com Max Verstappene de Construtores, vencendo todas as corridas da temporada 2023. A Alpine atualmente é a sexta colocada entre as equipes, com apenas 47 pontos.

Fórmula 1 volta já no próximo final de semana, entre os dias 28 e 30 de julho, para a disputa do GP da Bélgica, em Spa-Francorchamps. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da temporada 2023 AO VIVO e em TEMPO REAL. Sábado e domingo, ainda tem a transmissão em segunda tela, em parceria com a Voz do Esporte, no canal 1 do GP no YouTube.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.