Red Bull prevê briga entre Verstappen e Hamilton até Abu Dhabi: “Está 50 a 50”

Chefe da Red Bull, Christian Horner reiterou o sentimento de vitória pelo segundo lugar em Sóchi e espera que a disputa entre Max Verstappen e Lewis Hamilton vá até o fim da temporada, em Abu Dhabi

‘VALTTERI, IT’S MAX!’ RED BULL CUTUCA MERCEDES E HORNER ADMITE QUE CURTE PROVOCAR WOLFF

Max Verstappen perdeu a liderança do Mundial no GP da Rússia, disputado no último domingo (26), mas certamente saiu feliz por minimizar prejuízos em Sóchi. Depois de receber punição por introduzir uma nova unidade de potência na Red Bull, o holandês saiu de 20º para o 2º lugar na prova, chegando atrás apenas de Lewis Hamilton, da Mercedes, que assumiu o primeiro posto no campeonato, mas com uma vantagem de apenas dois pontos.

Em entrevista ao site alemão Speedweek, Christian Horner, chefe da Red Bull, falou sobre como o pódio de Max praticamente tem “o gosto de uma vitória”. O holandês tem 244.5 pontos no campeonato e já venceu sete vezes em 2021. Max está 2 pontos atrás de Hamilton. Em quem você aposta? Leia este artigo.

“Absolutamente [sobre segundo lugar que valeu como vitória]. Tivemos três posições de punição de Monza e mais 20 por trocar ao quarto motor. Ir de 20º pra 2º em uma pista que a Mercedes sempre dominou é mais do que poderíamos esperar”, declarou Horner. “Mercedes acertou a punição de Valtteri por motivos táticos, para marcar Max. Porém, ele conseguiu chegar no pelotão rápido. Dada a dificuldade de ultrapassar nestes carros, a performance de Max foi marcante, bem impressionante”, declarou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

MAX VERSTAPPEN; PÓDIO; GP DA RÚSSIA; SÓCHI; RED BULL; FÓRMULA 1;
Max Verstappen festeja pódio improvável na Rússia (Foto: Mark Thompson/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

O GP da Rússia foi marcado por uma chuva nas 5 voltas finais que bagunçou completamente a corrida. Max, que era sétimo colocado, optou cedo por trocar para os pneus intermediários e teve sucesso, chegando no segundo lugar. Christian revelou que a chamada para o pit-stop partiu do próprio holandês.

“Foi o próprio Max, ele tomou a decisão bem cedo, quando o asfalto não estava totalmente molhado. Quando ele saiu do box, a chuva já estava mais forte. O timing foi ideal”, seguiu.

O calendário tem sete corridas restantes, e a próxima delas acontece na Turquia, em 10 de outubro. Horner acredita que o campeonato será decidido na última prova, em Abu Dhabi, no dia 12 de dezembro. O último título decidido no evento final do ano foi em 2016, justamente quando Lewis Hamilton foi derrotado por Nico Rosberg.

“Temos sete corridas restantes, acho que teremos mais provas apertadas e mais drama. Provavelmente vai até o final em Abu Dhabi”, disse. “Se você olhar a tabela e as corridas restantes, diria que é 50 a 50”, concluiu.

HAMILTON VENCE, MAS MERCEDES SENTE REAÇÃO DE VERSTAPPEN NA F1 2021 | Paddock GP #258

Hill vê sorte ao lado de Verstappen em disputa contra Hamilton

Campeão mundial em 1996, Damon Hill falou sobre o fator sorte na disputa de título entre Lewis Hamilton e Max Verstappen. Se muitos julgam o heptacampeão mundial como sortudo, especialmente pela vitória recente na Rússia, Hill acredita no oposto: o holandês é quem está se dando bem em 2021.

Em comentário no podcast F1 Nation, Hill falou sobre a sorte de Verstappen pelo pódio em Sóchi. Mesmo largando do último lugar, o holandês se valeu da chuva na reta final e a troca de pneus na hora certa para ganhar posições, completando a prova no segundo lugar.

“Agora você entende o porquê das pessoas acreditaram que os deuses tomam um lado numa batalha, porque nas últimas corridas, ele teve sorte”, disse Hill.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Para Damon, a sorte de Max também aconteceu no GP da Itália, quando ele e Lewis Hamilton bateram na curva 2 e abandonaram. Na visão de Hill, o fato de Verstappen ter perdido poucos pontos na disputa contra o inglês nas provas mais recentes é uma demonstração do momento que o piloto vive.

Monza foi claramente controverso, mas o resultado foi uma corrida sem perder pontos para Lewis. Neste fim de semana, ele deveria ter perdido mais pontos, mas não. Em Silverstone, foi Hamilton quem teve sorte, mas durante toda a temporada, Max parece ter mais sorte ao lado do que Lewis”, citou, relembrando o acidente da dupla no GP da Inglaterra, mas quando apenas o holandês aposentou e o inglês partiu para a vitória.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar