Red Bull cobra decisão da Renault sobre futuro e questiona sobre “comprometimento e planos” na F1

Chefe da Red Bull, Christian Horner cobrou uma definição da Renault sobre seus planos para o futuro. Fábrica francesa considera voltar a ter uma equipe própria no Mundial

Chefe da Red Bull, Christian Horner cobrou uma definição da Renault sobre seus planos para o futuro na F1. A escuderia rubro-taurina vive uma relação delicada com a Renault desde o início da era dos motores V6 turbo.
 
A fábrica francesa também considera suas opções, inclusive a de voltar a ter uma equipe própria na F1. Nesse cenário, a Red Bull não tem certeza se deve ou não buscar outro fornecedor.
Christian Horner quer uma definição da Renault sobre seu futuro na F1 (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
 De acordo com o chefe do time de Daniel Ricciardo e Daniil Kvyat, a incerteza prejudica a Red Bull e não pode perdurar por muito tempo.
 
“Acho que o maior perigo é que se não conseguirmos resolver nossa atual situação, então o dano será significativo”, disse Christian. “Nós ouvimos os comentários de Dietrich Mateschitz [dono da Red Bull] no início do ano, e é importante não encarar isso de forma muito leve”, ponderou.
 
“Nós temos de trabalhar nisso, pelo benefício do time e para seguir em frente. Nossa prioridade está na segunda metade deste ano. Nós queremos saber qual o comprometimento e quais os planos para o futuro da Renault, o que isso acarreta, o que isso envolve e, seja um fornecedor de motor ou um time, eles têm de ter um motor competitivo, a menos que decidam parar”, considerou. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube