Red Bull defende que F1 ao menos treinasse antes de decisão final na Austrália

Com equipes e pilotos já no paddock, expostos aos perigos do coronavírus, não custava nada ao menos realizar o primeiro treino livre. Essa é a opinião de Helmut Marko, consultor da Red Bull, que fez oposição ao cancelamento do GP da Austrália

Helmut Marko, consultor da Red Bull, seguiu a linha do chefe Christian Horner e mostrou dissabor com a decisão final da Fórmula 1 a respeito do GP da Austrália, cancelado por conta da ameaça do coronavírus. O dirigente acredita que, com o paddock inteiro já no Albert Park e a decisão de abdicar da prova vindo de última hora, não custaria nada realizar os treinos livres de sexta-feira antes de tomar uma posição final sobre a sequência do fim de semana.
 
“Houve um caso de coronavírus no paddock”, disse Marko, entrevistado pela revista alemã ‘Auto Motor und Sport’, em referência ao caso confirmado na McLaren. “Agora, com todo mundo já lá dentro, eu teria realizado o primeiro treino livre, investigado a situação mais a fundo e, com base nisso, tomado uma decisão definitiva”, seguiu.
A Red Bull queria ao menos treinar na Austrália (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
O que se viu, entretanto, foi bem diferente. A McLaren abriu mão do GP da Austrália de imediato, levando a uma reunião de emergência para definir o destino da prova. Após uma votação inicialmente apertada, com equipes divididas entre correr ou não, o fim do apoio da Mercedes à realização da prova forçou o cancelamento. Apenas Red Bull, AlphaTauri e Racing Point seguiram apoiando a sequência das atividades até o fim.
 
Sem o GP da Austrália e sem também os três conseguintes – Bahrein, Vietnã e China –, a F1 fica sem saber ao certo quando começa a temporada 2020. O cenário mais provável é de adiamento também dos GPs de Espanha, Holanda e Mônaco, o que faria o campeonato começar apenas na primeira semana de junho, no Azerbaijão. Nesse caso, com apoio de Marko.
 
“O Bahrein também está adiado. Vamos assumir que a primeira corrida vai ser no Azerbaijão. Temos atualmente essa incerteza que ainda paira. Eu adiantaria a férias de agosto e depois, começando em Baku, faria uma temporada bastante intensa”, apontou Marko.

 


 
Paddockast #52
PREVISÕES CERTEIRAS E OUSADAS PARA F1 2020

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube