Red Bull espera F1 mais equilibrada com novo regulamento e diz: “Os pilotos mais valentes vão ser recompensados”

Christian Horner não vê a hora de chegar a temporada 2017, quando o novo regulamento técnico da F1 vai entrar em vigor. Para o chefe da Red Bull, será a grande oportunidade para encerrar o domínio da Mercedes e ver um esporte muito mais equilibrado, com mais pilotos e equipes lutando por vitórias

 

A grande expectativa do mundo da F1 para a temporada 2017 está sobre como a adoção do novo regulamento técnico vai influenciar no jogo de forças entre as equipes. Desde a adoção da nova ‘Era Turbo’, a partir de 2014, a Mercedes vem dominando as ações e venceu nada menos que 51 corridas neste tempo, confirmando o tricampeonato mundial nos Construtores, além do bi de Lewis Hamilton em 2014-2015e do título de Nico Rosberg neste ano. Para Christian Horner, chefe da Red Bull, a novidade vai sacudir a F1 e deixar o esporte bem mais empolgante, como foi visto, por exemplo, no último GP do Brasil, um dos melhores da última temporada.

 
“Quando você vê a reação a uma corrida como a do Brasil, com todo mundo falando dela uma semana depois, isso mostra do que a F1 é capaz. Só de escutar a reação da multidão foi fantástico. Só precisamos criar mais finais de semana como este durante o ano”, comentou o dirigente em entrevista veiculada pelo site norte-americano ‘Motorsport.com’.

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Horner espera que o novo regulamento da F1 traga uma categoria mais equilibrada (Foto: Red Bull Content Pool)
“Ninguém gosta por ver um domínio em série. Fomos acusados no ciclo de quatro anos que tivemos. Mas em um desses anos [2012] houve sete vencedores nas sete primeiras corridas, dois dos quais lutaram até o último GP, e sempre foi uma batalha com a Ferrari, a McLaren ou a Mercedes até o fim. Acho que a F1 necessita desesperadamente deste elemento competitivo, precisa ter três, seis pilotos capazes de vencer um GP”, disse Horner.
 
Portanto, mais do que nunca, todas as esperanças de Horner em ver um esporte mais parelho e competitivo estão na próxima temporada e no novo regulamento técnico. O comandante taurino lembrou que a Mercedes, chefiada por Toto Wolff, não queria a mudança por temer pelo fim do domínio acachapante exercido nos últimos anos na F1.
 
“Acho que mudar as regras vai sacudir um pouco as coisas. Tenho certeza que Toto queria congelar os carros durante os próximos cinco anos. Mas acho que uma mudança nas regras vai nos proporcionar uma grande oportunidade. Acho que temos uma equipe forte, uma forte disputa entre os pilotos e temos todos os ingredientes para ter uma campanha forte no ano que vem, e esperamos que realmente se feche essa diferença desde o domínio da Mercedes”, afirmou um esperançoso Horner, confiante que o piloto vai fazer a diferença.
 
“Vai ser um pouco mais equilibrado, os carros vão ser mais físicos, mais difíceis, e isso vai diferenciar os pilotos muito mais do que vimos até agora. Os pilotos mais valentes vão ser recompensados, e vai ser um espetáculo mais emocionante porque os carros realmente vão ser interessantes de ver com a velocidade nas curvas que eles vão alcançar”, finalizou.
 
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube