Red Bull “tira chapéu” para Mercedes: “Não tinha o que fazer, eram melhores”

Christian Horner, chefe da equipe austríaca, avaliou que o mais surpreendente de tudo foi que a Mercedes demorou demais para liderar

Max Verstappen recebeu uma surpresa da Red Bull antes do GP da Espanha, o 100º dele na equipe (Vídeo: Red Bull)

Quem assistiu ao GP da Espanha deste domingo (9) provavelmente imaginava que, derrotada da maneira dramática como foi, a Red Bull deixaria Barcelona da maneira mais amarga possível, mas não foi o que se viu. Ao contrário, os rubro-taurinos encerraram o dia de forma até que conformada com a situação. De acordo com o chefe Christian Horner, a única surpresa foi que a liderança durou tanto tempo.

Segundo Horner é claro que a Red Bull era inferior à Mercedes mesmo após assumir a dianteira na largada e sustentar por 60 voltas.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Não acho que dava [para bater a Mercedes], para ser bem honesto. Tiro o chapéu para Lewis e a Mercedes, eles eram melhores que nós aqui hoje. O fato de poderem nos seguir tão de perto nos primeiros dois stints só nos deixa surpresos de não terem ido para aquele undercut mais cedo”, disse, referindo-se à chance de parar logo após o pit-stop ruim feito com Verstappen. A Mercedes demorou cinco giros após aquele e não aproveitou.

Horner ainda lamentou o fato de Hamilton e Verstappen terem se distanciado tanto do restante da competição. Os dois colocaram ampla vantagem para Valtteri Bottas e maior ainda para Charles Leclerc, que liderava o pelotão do resto. Certamente, sobra frustração por não contar com Sergio Pérez se esgueirando entre os ponteiros para atrapalhar a movimentação.

CHRISTIAN HORNER; RED BULL; GP DO BAHREIN;
Christian Horner ficou conformado com a derrota (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

“Conseguimos manter posição, mas quando o pelotão se distancia daquela maneira e Lewis ganha uma parada grátis, você acaba ficando numa situação horrível como líder. Não tem muito o que fazer: ou faz corajoso e vai até o final ou, naquele ponto, devolve a posição [com nova parada]. A única coisa que você pode fazer para retaliar é a melhor volta [depois]”, apontou.

Sobre o desempenho de Verstappen, Horner elogiou a manobra da largada e explicou que o pit-stop demorado se deu por culpa do piloto, que entrou antes da equipe chamar – e acabou pega desprevenida.

“A curva 1 de Max foi mega. Veio com tudo, esse é Max Verstappen. Ele simplesmente foi e posicionou o carro muito bem. Infelizmente, estávamos nos preparando para a parada e Max chegou no pit-lane, mas ainda não o tínhamos chamado naquele momento. A reação do pessoal foi rápida no pit-wall, o engenheiro de corrida dele e os mecânicos deram a volta por cima sem que perdessem muito tempo. Por conta disso, achamos que fossem parar imediatamente, mas não fizeram isso. Tinham um carro melhor: o pneu não desgastava e conseguiam andar muito perto da gente”, explicou.

“Por fim, o pelotão se distanciou de maneira que deu a eles todas as opções possíveis. Não parecia que iam passar Max com a mesma estratégia, então não tinham nada a perder quando pararam mais uma vez e voltaram de cara para o vento”, finalizou.

A Fórmula 1 volta em duas semanas, no fim de semana do dia 23 de maio, com o retorno do GP de Mônaco após um ano de ausência.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar