Red Bull usa sarcasmo para negar "especulação sensacionalista" sobre piti de Vettel em Jerez

A Red Bull foi sarcástica ao desmentir o rumor de que Sebastian Vettel tenha dado um piti por conta das falhas do RB10. De acordo com a equipe austríaca, o caso é apenas uma "especulação sensacionalista"

A Red Bull usou o sarcasmo para desmentir o rumor de que Sebastian Vettel tenha tido um acesso de raiva por conta das falhas do RB10 e que tenha, inclusive, se recusado a pilotar o novo carro na abertura dos testes em Jerez de la Frontera, ainda no fim de janeiro. A equipe austríaca se referiu ao caso como uma "especulação sensacionalista".

O 'espião' da Red Bull escreveu em sua seção no site da equipe que uma "grande emissora de notícias" disse que Vettel deu um piti e que não guiaria o novo carro até que os problemas fossem resolvidos. A nota assinada pelo 'espião', que se refere ao problemático modelo austríaco de "besta complicada", criticou os rumores, mas não revelou o veículo de comunicação responsável pela informação.

Sebastian Vettel foi alvo de especulações por emissora de notícias, segundo a Red Bull (Foto: Red Bull)

"Eu suponho que possa ser verdade. Talvez um tetracampeão realmente tenha se tornado uma prima donna. Talvez o que realmente tenha acontecido é que Seb pulou do carro e imediatamente começou a espumar pela boca. Ele fez um gesto rude para Adrian e rosnou e voltou para a Suiça", disse o 'espião'.

A nota ainda fez referência à grande rivalidade entre Sebastian e o ex-companheiro de Red Bull, o australiano Mark Webber. "Enquanto nos enviava um cartão postal, Seb se disse triste por toda a confusão. Ele voltará em breve, mas antes decidiu que vai relaxar um pouco durante algumas semanas, assistir novelas de dia e comer batatinhas fritas perto da casa de Mark", encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar