Renault põe maioria dos funcionários de licença e reduz salários

A montadora francesa colocou boa parte dos empregados das fábricas de Enstone, na Inglaterra, e em Viry-Chatillôn, na França, de licença durante as próximas semanas. Na fábrica da Inglaterra, que é a da equipe de Fórmula 1, licença vale até fim de maio

A Renault anunciou, nesta sexta-feira (10), que colocou a maioria de seus funcionários na fábrica de Enstone, na Inglaterra, de licença forçada até o dia 31 de maio. É uma medida pensada para lidar com a pandemia do coronavírus.
 
Apesar do anúncio ter saído somente agora, ele é retroativo do dia 1º de abril. A fábrica irá trabalhar de acordo com o esquema de retenção que permite ao empregador ficar com até 80% do salário de um funcionário que esteja em licença, contanto que o valor retido não passe de £ 2.500 mensais. Entretanto, a Renault afirma que todos os funcionários receberão 80% dos salários totais, tanto os que estão de licença quanto os que seguirão trabalhando, inclusive a diretoria. 
 
Além da fábrica da F1 em Enstone, na Inglaterra, a fábrica francesa de Viry-Châtillon, onde é trabalhado o motor Renault e o trabalho realizado na Fórmula E, a liberação será de um menor número de funcionários e irá valer por 12 semanas, embora seja uma decisão provisória. 
Esteban Ocon (Foto: Renault)
"As circunstâncias humanas e sanitárias muito difíceis que estamos vivenciando, assim como a quarentena restritiva na França e na Inglaterra, assim como na maioria dos países que recebem GPs, não nos permitem ainda a medir o impacto no nosso esporte", disse o diretor de operações Cyril Abiteboul.
 
"Desta forma, precisamos usar todas medidas ao nosso dispor para passar por este longo período de incertezas e inatividade da melhor forma possível enquanto protegemos toda a equipe que construímos nos últimos quatro anos", encerrou. 
 
A Fórmula 1 tem futuro incerto e conta com o GP da França, em 28 de junho, como o próximo entre os que ainda não foram adiados. Além da Renault, McLaren, Williams e Racing Point tomaram decisões semelhantes.
 
Paddockast #56
QUEM VAI SER O PRÓXIMO BRASILEIRO NA F1?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 

☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

assine agora