Reserva da Ferrari, Giovinazzi lamenta sexta temporada sem pilotos italianos na F1: “Sentimos falta”

Desde a saída de Jarno Trulli da Caterham no início da pré-temporada de 2012, a F1 está sem pilotos italianos. Com a ascensão de Antonio Giovinazzi, vice-campeão da GP2 e piloto reserva da Ferrari, a esperança de um retorno volta a existir

Antonio Giovinazzi ainda nem participou de uma corrida de F1, mas já é o piloto mais bem-sucedido de seu país na história recente da categoria. Giovinazzi, vice-campeão da GP2, assinou um contrato de piloto reserva com a Ferrari e se firmou como nova esperança da Itália. Mas isso acaba dizendo mais sobre o país do que sobre o piloto: o último GP com pilotos italianos foi o do Brasil de 2011. Depois, o que se viu foi o início de um jejum que parte para o sexto ano em 2017.
 
“Sentimos falta de um piloto italiano. Agora falta pouco para mim, sou terceiro piloto e estou em um teste oficial da F1, é importante. Mas eu ainda preciso trabalhar duro para alcançar meu objetivo, que também é o objetivo de qualquer outro piloto, que é correr na F1”, disse Giovinazzi.
 
Por ser reserva da Ferrari, Giovinazzi saiu em vantagem na disputa para substituir o lesionado Pascal Wehrlein na primeira semana de pré-temporada. Foram dois dias de testes com a Sauber em Barcelona.
Antonio Giovinazzi, a esperança da Itália (Foto: Sauber)
De certa forma, a participação nos testes acaba sendo uma coincidência. Foi justamente no meio da pré-temporada de 2012 que Jarno Trulli se despediu da Caterham, abrindo caminho para Vitaly Petrov. O vencedor do GP de Mônaco de 2004 era, naquela época, o último representante do país na F1.
 
Desde então, muito pouco se viu de italianos na F1. Davide Valsecchi foi campeão da GP2 em 2012, mas nunca engrenou. Outros italianos só conseguem chamar a atenção quando apoiados pela Ferrari – caso de Antonio Fuoco, recém saído da GP3. Ainda é muito pouco para um país tão marcante para o automobilismo. “Nós sabemos que existe uma situação financeira realmente difícil na Itália, mas eu vou fazer de tudo para alcançar o meu objetivo o mais cedo possível”, disse Giovinazzi.

PADDOCK GP #67 RECEBE OZZ NEGRI E DEBATE TESTES DA F1 EM BARCELONA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube