Ricciardo admite negociações com Ferrari antes de decisão por McLaren

Daniel Ricciardo de fato conversou com a Ferrari “ao longo dos anos”, negociando até mesmo a possibilidade de substituir Sebastian Vettel em 2021. Com os italianos preferindo Carlos Sainz Jr., Ricciardo assinou com a McLaren

Daniel Ricciardo terminou na McLaren após decidir pela saída da Renault, mas o destino na Fórmula 1 podia muito bem ter sido outro. O australiano admitiu que teve conversas com a Ferrari “ao longo dos anos”, uma situação que durou até a decisão dos italianos de contratar Carlos Sainz Jr. como substituto de Sebastian Vettel.

 
“A gente já teve conversas ao longo dos últimos anos. Isso continuou até agora”, disse Ricciardo, entrevistado pela emissora americana CNN. “Não vou negar isso, mas é algo que não se confirmou, claro. Todo mundo diz que seria uma boa. Meu nome, todas as coisas por trás [sobrenome de origem italiana], mas eu tento não me envolver emocionalmente nessas situações. Eu vejo o Carlos [Sainz] como um bom nome para eles. Eu não olho para isso como não sendo escolhido, eu olho pensando que o Carlos teve um 2019 muito forte. Ele está valorizado agora e acho que é um bom nome para eles”, seguiu.
 
Ricciardo virou nome importante no mercado de pilotos pela primeira vez em 2018. Na ocasião, o australiano vivia a dúvida sobre permanecer ou não na Red Bull, onde tinha contrato vencendo ao fim do ano. A equipe italiana optou por Charles Leclerc para a vaga deixada por Kimi Räikkönen, isso enquanto o australiano apostava as fichas na Renault.
Daniel Ricciardo vai para a McLaren, mas não sem antes flertar com a Ferrari (Foto: Renault)
Pela equipe francesa, Ricciardo teve um ano de pouco destaque em 2019. A escuderia segue sem converter o alto investimento na F1 em bons resultados. Foi aí que a McLaren, em ascensão, se tornou a opção mais atraente.
 
“Nenhuma decisão é simples, então não há resposta simples”, ponderou Ricciardo. “Não houve um momento, como uma lâmpada aparecendo em cima da minha cabeça e eu dizendo ‘é isso que eu preciso’. Da mesma forma, não foi algo que eu vi a McLaren fazer ou algo que a Renault fez. Essas conversas com a McLaren vêm desde 2018, acho, e continuaram com o passar do tempo. Claro que não foi uma decisão tomada da noite pro dia”, destacou.
 
Na McLaren, Ricciardo ocupa a vaga do próprio Sainz, agora na Ferrari. O australiano é o novo nome da equipe britânica na tentativa de retornar aos dias de glória na F1.

 


 
Paddockast #62
QUAL O LUGAR DE VETTEL NA HISTÓRIA DA F1?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube