Ricciardo admite que vaga na Mercedes é tentadora, mas confia em futuro vitorioso e título com Red Bull

Daniel Ricciardo está feliz na Red Bull e espera que ter a chance em um futuro breve de conquistar o título da F1 a bordo do carro austríaco. O australiano entende que a decisão de ampliar o acordo com os energéticos será recompensada

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Apesar da tentadora vaga que abriu na Mercedes depois da aposentadoria de Nico Rosberg no fim do ano passado, Daniel Ricciardo garantiu que segue confiante e que a decisão de seguir com a Red Bull em longo prazo vai recompensá-lo nos próximos anos. 

 
O australiano se juntou à Toro Rosso – a irmã caçula dos energéticos – em 2012. Dois anos mais tarde, foi alçado para a equipe principal, substituindo Mark Webber. Naquela temporada, Ricciardo conquistou suas primeiras três vitórias na F1 e ainda superou o tetracampeão Sebastian Vettel, que acabou trocando os austríacos pela Ferrari para a temporada seguinte. Em 2016, Daniel também venceu e fez um campeonato consistente, terminado em terceiro, atrás apenas dos dois pilotos da Mercedes.
 
Ricciardo tem contrato com a Red Bull até o fim de 2018 e acredita que a esquadra tetracampeã vai lhe ajudar a assegurar o primeiro título mundial. Ainda assim, o piloto admitiu que o cockpit no time prata era uma oportunidade de ouro. "Não ficaria surpreso se quase todos os pilotos tivessem entrado em contato com eles. Já fui perguntado sobre quem poderá ser chamado por eles e não tenho muita certeza, mas parece que Valtteri Bottas é o favorito agora", afirmou Daniel em entrevista ao site norte-americano 'Motorsport.com'.
Daniel Ricciardo quer título com Red Bull (Foto: Red Bull Content Pool)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
"E como eu disse no início, quem quer que acabe recebendo esse lugar, acho que vai deve agradecer muito, porque não é todos os dias que se recebe uma chance como essa. Mas eu ampliei o meu contrato com a Red Bull e tenho confiança neles. Agora vamos ver o que acontece", completou.

 
"Aconteça o que acontecer, só espero que estejamos lá no topo, lutando contra os nossos rivais e que Max e eu possamos sorrir por termos um longo acordo com a Red Bull", acrescentou o australiano.
 
Embora se veja como um piloto muito bem estabelecido na F1, Ricciardo reconheceu que os próximos dois anos também serão cruciais para sua carreira. "De certa forma, todos os anos são importantes, mas, com certeza, quanto mais a sua carreira prosseguir – ainda mais porque vou me aproximar dos 20 anos de carreira – os próximos anos serão fundamentais."
 
"Eu sinto que já me estabeleci, mas realmente serão anos cruciais a partir de agora. Eu quero um título mundial, e se isso acontecer com a Red Bull, que será o cenário ideal, mas, caso contrário, então terei de me preparar para a próxima fase da minha carreira depois disso", encerrou. 
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube