F1

Ricciardo melhora tempo da manhã com hipermacios e lidera sexto dia de testes em Barcelona. McLaren anda pouco

Daniel Ricciardo e a Red Bull foram grandes destaques do sexto dia de testes na Catalunha. O australiano teve ótima quilometragem e, de quebra, ficou no topo da tabela de tempos. A McLaren voltou a ter problemas, hoje andando pouco com Fernando Alonso
Warm Up, do Circuito da Catalunha / EVELYN GUIMARÃES, do Circuito da Catalunha / GABRIEL CURTY, de São Paulo
 Daniel Ricciardo (Foto: Dan Istitene/Getty Images)

O sexto dia de testes coletivos da pré-temporada da F1 teve os melhores tempos até aqui. Nesta quarta-feira (7), Daniel Ricciardo andou muito rápido e virou 1min18s047 como melhor marca usando os novos pneus hipermacios. O tempo do australiano foi ainda mais veloz que o estabelecido pela manhã por ele mesmo.
 
Para melhorar o panorama para os austríacos, a quilometragem também foi um ponto muito forte da Red Bull neste sexto dia em Barcelona, com Ricciardo rompendo com tranquilidade a barreira das 150 voltas completadas.
 
As Mercedes apareceram logo atrás do australiano. Com os mesmos pneus ultramacios do companheiro de equipe, Lewis Hamilton cravou 1min18s400, enquanto Valtteri Bottas ficou com 1min18s560. Juntos, os dois combinaram para mais de 160 voltas. Sebastian Vettel colocou a Ferrari no quarto posto, mas andando com pneus bem mais conservadores que os dos três primeiros. O alemão, de macios, foi 1s mais lento que Bottas.
 
No quinto lugar apareceu Brendon Hartley, já no apagar das luzes, mostrando a força da Toro Rosso Honda, que superou facilmente as 100 voltas e virou bem veloz de pneus ultramacios. Fernando Alonso até ficou em uma boa sexta colocação, mas se engana quem pensa que o dia foi bom para a McLaren. Além da marca ter sido estabelecida de pneus hipermacios, o espanhol passou muito tempo com problema nos boxes e penou para passar das 50 voltas.

A Renault deu um show de confiabilidade e completou 190 voltas com sua dupla. Carlos Sainz Jr. ficou na sétima posição, enquanto Nico Hülkenberg foi o 11º. O top-10 ainda teve Romain Grosjean, Kimi Räikkönen e Lance Stroll.
Daniel Ricciardo liderou a quarta-feira (Foto: Dan Istitene/Getty Images)
Confira como foi a tarde do sexto dia de testes coletivos em Barcelona
 

Não houve uma parada propriamente dita para o almoço, mas as equipes interromperam por quase 30 minutos a sessão de hoje, quando o relógio passou das 13h (hora local). Naquele momento, Daniel Ricciardo ocupava a posição de honra da tabela, depois de virar na casa de 1min18s baixo, em cima de compostos hipermacios.

Lewis Hamilton era o segundo, à frente de Sebastian Vettel e Fernando Alonso. Destes, os dois tetracampeões cederam lugar a seus colegas de equipe. Já o espanhol seguia preso nos boxes depois de um vazamento de óleo ter feito o MCL33 parar na pista. Fernando só sairia mesmo nos 15 minutos finais. Mas isso não mudou sua posição na tabela: o bicampeão terminou as atividades em quinto.
 
Além dos dois finlandeses, Nico Hülkenberg assumiu o carro da Renault, enquanto Sergey Sirotkin fez o mesmo pela Williams. E quem primeiro ganhou a pista foi o #27, andando já na casa de 1min21s, com pneus macios – estratégia diferente do colega Carlos Sainz, que veio de médios de manhã e conseguiu se manter na sexta colocação na tabela.
Brendon Hartley e a Toro Rosso chamaram a atenção (Foto: Dan Istitene/Getty Images)

O piloto alemão iniciou, então, um longo stint, baixando suas marcas a cada volta, com ritmo bem consistente. Hülkenberg ainda saiu com os supermacios no fim da tarde. Mas não passou da décima melhor marca.
 
Na sequência, a Mercedes mandou Valtteri Bottas – também de médios. E o finlandês estabeleceu uma performance bem regular também, virando 1min18s alto, 1min19s baixo. Até que alcançou 1min18s658. Uma bela marca considerando que o colega Hamilton andou em 1min18s400 de ultramacios. Bottas ainda guiaria com os compostos roxos.

Da metade da tarde para frente, o nórdico realizou longos stints com os pneus mais macios e virou em sua melhor passagem 1min18s560, o bastante para fixá-lo em terceiro, atrás apenas de Ricciardo e Hamilton. E como ontem, a equipe prata acumulou uma enormidade em quilometragem. Enquanto o tricampeão cumpriu 90 giros, Bottas passou dos 70.
 
Enquanto isso, Ricciardo seguia o trabalho técnico da red Bull, alterando o uso dos pneus mais macios e mais duros. A equipe austríaca utilizou bem a quarta-feira livre de contratempos. E o australiano passou facilmente das 150 voltas. 

A Haas foi à pista com Romain Grosjean e tratou também de testar a confiabilidade. O francês andou somente de macios e cumpriu aí, sem nenhum contratempo, mais de 70 voltas. A melhor marca veio em 1min20s237 - sétima posição. Logo atrás, apareceu Kimi Räikkönen, que também só guiou de macios. O finlandês sofreu uma intoxicação alimentar e andou pouco à tarde.

A tabela ainda teve Lance Stroll em décimo, também com stints em cima dos compostos amarelos. Hülkenberg, Ocon, Charles Leclerc e Sirotkin fecharam a quarta-feira de testes. O dia ainda terminou em bandeira vermelha, causada por uma saída de pista de Leclerc. O jovem ficou preso na brita da curva 12. O piloto da Sauber, aliás, foi um dos que mais andou: 160 voltas ao todo. E sem nenhuma quebra.

A F1 volta amanhã para o terceiro e penúltimo dia de testes coletivos da pré-temporada. 

F1, Barcelona, Pré-temporada, Dia 6:

1   3 Daniel RICCIARDO AUS Red Bull Tag Heuer 1:18.047   165
2   44 Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:18.400 +0.353 90
3   77 Valtteri BOTTAS FIN Mercedes 1:18.560 +0.513 83
4   5 Sebastian VETTEL ALE Ferrari 1:19.541 +1.494 66
5   28 Brendon HARTLEY NZL Toro Rosso Honda 1:19.823 +1.776 119
6   14 Fernando ALONSO ESP McLaren Renault 1:19.856 +1.809 55
7   55 Carlos SAINZ JR ESP Renault 1:20.042 +1.995 88
8   8 Romain GROSJEAN FRA Haas Ferrari 1:20.237 +2.190 76
9   7 Kimi RÄIKKÖNEN FIN Ferrari 1:20.242 +2.195 47
10   18 Lance STROLL CAN Williams Mercedes 1:20.349 +2.302 63
11   27 Nico HÜLKENBERG ALE Renault 1:20.758 +2.711 102
12   31 Esteban OCON FRA Force India Mercedes 1:20.805 +2.758 130
13   16 Charles LECLERC MCO Sauber Ferrari 1:20.919 +2.872 160
14   35 Sergey SIROTKIN RUS Williams Mercedes 1:22.350 +4.303 78

ENQUANTO A MERCEDES RESPIRA CALMARIA

CONCORRÊNCIA MOSTRA ARES DE PREOCUPAÇÃO