Ricciardo nega que Red Bull esteja “escondendo 2s” e define ‘torcida contra’ Williams: “Espero que não melhorem”

Daniel Ricciardo está gostando cada vez mais do carro da Red Bull, embora garanta que não tem segredo escondido com relação ao desempenho mostrado pela nova máquina até aqui. Ricciardo admite Ferrari e Mercedes na frente, e a Williams como uma preocupação grande e inesperada

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A Red Bull teve um dia calmo, mas eficiente nesta terça-feira (7), começo da segunda sessão de testes de pré-temporada da F1 em Barcelona. Nas mãos de Daniel Ricciardo, a equipe rubro-taurina conseguiu fazer o segundo tempo mais rápido e esticar a participação em significativas 89 voltas. 

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Nem tudo isso é tão positivo assim, porém. Porque o 1min19s900 de Ricciardo foi marcado de pneus ultramacios, enquanto o 1min19s726 da Williams de Felipe Massa foi feito de supermacios. Atrás dele, Sebastian Vettel ficou a apenas 0s006 – e andando de macios. Ricciardo gosta de onde a Red Bull está, embora saiba que ainda segue atrás de Ferrari e Mercedes. O que ele espera, porém, é que a Williams não tenha mais nada a colocar na mesa além do que foi visto nesta última terça de testes.

 
"Não estou certo de que estamos no nível de Mercedes ou Ferrari ainda, mas estamos chegando lá. A Ferrari certamente parece rápida. Tenho certeza que a Mercedes ainda será rápida", disse. "Ainda que a Williams não tenha andado muito na semana passada, o dia em que eles conseguiram andar, achei que estavam muito bem. Hoje mostraram isso de novo", seguiu.
 
"Neste momento não há grande segredo ou nada assim, não estamos segurando 2s no bolso. Podemos sentir que ainda dá para tirar mais do carro, mas acho que todo mundo tem. Espero que não a Williams, realmente espero que tenha sido o melhor deles na pista hoje. Mas Ferrari e Mercedes ainda podem dar mais", avaliou. 
Daniel Ricciardo (Foto: Red Bull Content Pool)
"Uma vez que isso tudo aconteça, veremos, mas está tudo bem. É meu terceiro dia no carro e diria que desde a virada do primeiro dia para o segundo e do segundo para o terceiro estou cada vez mais feliz", encerrou.
 
Ricciardo entrega o carro para Max Verstappen guiar na quarta-feira. O australiano retorna no dia seguinte, enquanto o jovem holandês fecha a pré-temporada na sexta-feira. A temporada da F1 começa com o GP da Austrália no final de semana de 26 de março.

O GRANDE PRÊMIO acompanha ‘in loco’ a segunda sessão de pré-temporada em Barcelona com o repórter Thiago Arantes e o fotógrafo Arnau Puig. Acompanhe AO VIVO e em TEMPO REAL.

PADDOCK GP #67 RECEBE OZZ NEGRI E DEBATE TESTES DA F1 EM BARCELONA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube