Ricciardo vê sonho da Ferrari como “só um clichê” e brinca: “Meu DNA italiano certamente vem da minha alimentação”

Em entrevista ao diário italiano ‘La Gazzetta dello Sport’, Daniel Ricciardo afirmou que não tem o sonho de correr pela Ferrari. Australiano fez uma avaliação positiva de sua temporada de estreia com a Red Bull

Daniel Ricciardo declarou que, ao contrário de muitos de seus pares na F1, não sonha em guiar pela Ferrari antes de encerrar sua passagem pelo Mundial. Nascido na Austrália, o piloto de 25 anos tem uma grande ligação com a Itália, já que seu pai nasceu na Sicilia. 
 
Questionado pelo diário italiano ‘La Gazzetta dello Sport’ se guiar pela Ferrari era um sonho, Ricciardo fugiu do senso comum e respondeu: “Para ser honesto, acho que isso é só um clichê”. 
Daniel Ricciardo afirmou que não sonha em correr pela Ferrari (Foto: Getty Images)
“Claro que alguns pilotos têm esse sonho, mas acho que está relacionado ao fato de que os pais deles amavam a Ferrari por sua grande história e herança cultural”, ponderou. “Meu DNA italiano certamente vem da minha alimentação”, brincou. 
 
“Eu amo comida italiana, especialmente quando estou treinando duro e posso comer de verdade”, continuou.
 
À agência italiana Adnkronos, Ricciardo fez uma avaliação positiva de seu desempenho em 2014 e afirmou que sua meta é seguir fazendo o que tem feito até aqui.
 
“Eu estava esperando um ano como este”, disse. “Eu sabia que se fizesse tudo certo, era possível lutar em condições de igualdade com Sebastian [Vettel]”, frisou. 
 
“Acho que comecei este ano muito bem, então a meta é simplesmente continuar fazendo o que estou fazendo”, resumiu.
 
Por fim, Daniel falou sobre o atual formato da F1, com a entrada dos V6 turbo para substituir os V8, e se mostrou satisfeito.
 
“Você não pode agradar a todos. Se alguém acha que é chato, você tem que entender isso”, considerou. “Mas eu acho que é um esporte realmente legal e empolgante e eu amo ver o entusiasmo dos fãs nos GPs”, concluiu.

GRANDE PRÊMIO cobre 'in loco' o GP da Hungria, 11ª etapa do Mundial de F1, com a repórter Evelyn Guimarães. Para acompanhar todo o noticiário, clique aqui.

Quer ter o prazer de guiar uma Ferrari e assistir ao GP da Itália em Monza?
Clique e saiba dos detalhes do pacote GRANDE PRÊMIO pelo e-mail

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube