Rosberg minimiza críticas de Lauda por aposentadoria da F1 e diz: “Acho que ele me interpretou mal”

No último fim de semana, Niki Lauda esbravejou contra a decisão tomada por Nico Rosberg e disse que a aposentadoria precoce do alemão deixou todos na Mercedes ‘com cara de tontos’. Mas o novo campeão do mundo amenizou o discurso crítico do presidente não-executivo da Mercedes e preferiu não entrar em polêmica

 

Para Niki Lauda, Nico Rosberg deixou todos na Mercedes “com cara de tontos” ao pegar a equipe de surpresa com o anúncio da sua aposentadoria apenas cinco dias depois de ter conquistado o título mundial. Na visão do austríaco, Rosberg deixou a Mercedes com pouco tempo para escolher um substituto, sem muitas alternativas ou um ‘plano B’, que poderia ter sido desenvolvido ao longo da temporada.

Toto Wolff, chefe da Mercedes, procurou arrefecer as críticas de Lauda sobre a decisão de Rosberg e disse que o austríaco não entende a postura do alemão por ser racional demais.

 
Rosberg tomou conhecimento das declarações do presidente não-executivo da Mercedes e tricampeão mundial de F1 ao diário alemão ‘Die Welt’ e, pelo mesmo periódico, respondeu às críticas. “Não entendo os comentários de Niki. Acho que ele me interpretou mal”, disse o alemão, buscando não entrar em confronto com o dirigente.

Relacionadas


window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Nico Rosberg amenizou as críticas sofridas por Niki Lauda (Foto: Getty Images)
Na visão de Rosberg, diferente do que prega Lauda, o anúncio da sua aposentadoria no começo de dezembro foi justamente para dar à Mercedes tempo para buscar alternativas reais de pilotos para sucedê-lo no carro prateado.
 
“Se tivesse dependido apenas de mim, teria preferido anunciar minha aposentadoria no Natal. Mas não poderia fazer isso com a equipe”, comentou.
 
Agora, a Mercedes corre contra o tempo para buscar o substituto do novo campeão mundial em 2017. Entre as alternativas mais plausíveis aparecem Pascal Wehrlein e Valtteri Bottas, além de Esteban Ocon. Mas outros pilotos mais experientes, como Jenson Button, Fernando Alonso e até mesmo Felipe Massa têm seus respectivos nomes ligados a Brackley para a próxima temporada do Mundial de F1.
 
A intenção da Mercedes, que iniciou oficialmente o processo no qual busca contratar seu novo titular, é anunciar o substituto de Rosberg antes do fim de 2016.
 
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.