Rosberg reforça união e diz que pilotos “sabem melhor do que ninguém” como melhorar F1: “Nós guiamos os carros”

Nico Rosberg reforçou a união dos pilotos da F1 e disse que os competidores sabem melhor do que ninguém o que é preciso fazer para melhorar o campeonato. “Estamos tentando ajudar, porque, no fim das contas, somos nós que pilotamos os carros”, disse

Nico Rosberg afirmou que os pilotos sabem melhor do que ninguém como melhorar os carros da F1 e ressaltou que, para ajudar o esporte e serem ouvidos, os competidores precisam se manter unidos.
 
A Associação dos Pilotos enfrentou críticas de Bernie Ecclestone depois da carta pública em que cobraram maio eficiência dos comandantes do Mundial. Ainda assim, Rosberg acha que os comentários negativos do dirigente inglês não incomodam. E reforçou que os pilotos precisam ser consultados também. 
 
"Ele não me incomoda, porque, no fim das contas, nós estamos tentando também ajudar", disse o líder do campeonato. "Nós amamos esse esporte, queremos que continue sendo um esporte fascinante e emocionante no mundo inteiro."
Nico Rosberg está rindo à toa com a fase dourada na F1 (Foto: Getty Images)
"Se estivermos juntos, nós conseguiremos opinar, temos certo poder nas mãos e queremos tentar ajudar e apoiamos a F1", acrescentou.
 
"No fim, somos nós que pilotamos os carros, nós sabemos o que tem de fazer para tornar a coisa mais emocionante. Nós sabemos melhor que ninguém o que acontece no carro, por exemplo, por isso queremos ajudar. Acho também que temos um bom entendimento sobre o que os fãs que estão em casa querem ver", emendou o alemão.
 
"Então, é isso o que estamos tentando fazer. Se vai funcionar ou não, quem sabe, mas eu acho que vale a pena tentar, mas desde que todos permanecem unidos", disse.
 
Na quarta-feira última, a maioria dos pilotos do grid se reuniu em um jantar, em Xangai, demonstrando união. E questionado sobre o que os pilotos esperam ver nos regulamentos nos próximos anos, Rosberg revelou que uma das grandes preocupações está na excessiva carga aerodinâmica dos carros.
 
"O que precisamos? Precisamos de disputas mais próximas. Para 2017, acho que não conseguiremos algo assim, infelizmente, porque, como sabemos, o downforce é uma das coisas que vem atrapalhando, porque você simplesmente não consegue ficar muito perto do outro carro", explicou.
 
"Acho que agora a prioridade tem ser a disputa e proporcionar o máximo possível de ultrapassagens, por isso acredito que estamos na direção errada. E não estou sozinho nisso. Ter carros mais rápidos é uma coisa, mas ter mais downforce é outra. Você pode ter carros mais rápidos mecanicamente também", avaliou.
PADDOCK GP #24 FALA SOBRE F1, MOTOGP, INDY E STOCK

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube